Visitantes online: 3260
logo topo

domingo, 30 de abril de 2017

27/04/2017

13:40

Batalha de Curitiba é adiada para 10 de maio

Reprodução da Folha de S.Paulo
Reprodução da Folha de S.Paulo

O juiz Sérgio Moro confirmou o adiamento do depoimento de Lula, de 3 para 10 de maio. Mas francamente, o motivo não convence ninguém. Moro alegou que não haveria tempo hábil para organizar o esquema de segurança nas ruas adjacentes ao prédio da Justiça Federal em Curitiba. Ora, tudo bem que o PT fala em levar 30 mil pessoas para darem apoio a Lula, mas a audiência foi marcada no dia 3 de março. Dois meses não são suficientes para organizar um esquema de segurança? Nem que fosse jogo de Copa do Mundo. Muito embora o PT esteja querendo transformar o depoimento de num evento. Ontem, Lula pediu para o seu depoimento ser transmitido ao vivo. É óbvio que Sérgio Moro vai rejeitar o pedido. Pelo menos os movimentos sociais ligados ao PSDB desistiram de fazer manifestações de protesto contra Lula na mesma hora e no mesmo local. Aí viraria uma guerra de consequências imprevisíveis.

27/04/2017

12:13

Encontro Marcado - 27 de abril de 2017

27/04/2017

10:34

Uma perda para o jornalismo brasileiro

Reprodução do Diário do Poder
Reprodução do Diário do Poder

Não posso deixar de registrar o falecimento do jornalista Carlos Chagas, um dos maiores conhecedores dos bastidores da política brasileira por seis décadas, um exemplo de jornalista lúcido e independente, que, aliás, foi amigo de Leonel Brizola. Meus sentimentos a sua família. Aproveito para homenageá-lo, reproduzindo um artigo de Carlos Chagas, de 2006, onde ele relata como o sistema financeiro tinha medo da minha candidatura à presidência da República.




27/04/2017

09:01

Fala Garotinho - 27 de abril de 2017

27/04/2017

07:39

Vergonha! Deputados enterram a CLT

Deputados protestam contra reforma trabalhista
Deputados protestam contra reforma trabalhista

Apesar do protesto da oposição foi aprovada na Câmara dos Deputados o texto-base da reforma trabalhista que tira direitos dos trabalhadores e, na prática, enterra a CLT. Foram 296 votos a favor e 177 contra. Ainda faltam ser votados destaques e depois o projeto segue para o Senado. É uma vergonha! Mais um massacre contra os trabalhadores, os patrões comemoram. Clique no link abaixo e saiba como votou o seu deputado.

Saiba como votou cada deputado

E vejam a lista dos deputados do Rio que votaram contra os trabalhadores. Lembrando que Rodrigo Maia não aparece porque como presidente da Câmara não votou, mas foi o principal articulador do golpe contra a classe trabalhadora.




26/04/2017

19:39

Decisão surpreendente mantém Adriana Ancelmo em prisão domiciliar

Reprodução do blog de Lauro Jardim
Reprodução do blog de Lauro Jardim

A perplexidade nas redes sociais é geral. Muita gente está me perguntando o que teria acontecido. Confesso que fiquei tão surpreso quanto vocês.

26/04/2017

18:46

Clarissa Garotinho no programa Jogo do Poder

Reprodução do site SRZD, do jornalista Sidney Rezende
Reprodução do site SRZD, do jornalista Sidney Rezende





O programa o “Jogo do Poder” será exibido domingo, 30 de abril, às 23h15, na CNT.

26/04/2017

17:22

Fala Garotinho é notícia no Jornal do Brasil

Reprodução do JB Digital
Reprodução do JB Digital

.

26/04/2017

14:57

TRF manda Adriana Ancelmo de volta para Bangu

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

A 1ª Turma do Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro revogou a prisão domiciliar de Adriana Ancelmo, mulher de Sérgio Cabral. Os desembargadores consideraram "ilegítima" a decisão do juiz Marcelo Bretas, alegando que o juiz não poderia conceder a medida cautelar, já que a prisão preventiva já havia sido confirmada pelo próprio TRF. Com isso Adriana Ancelmo será levada de volta para a ala feminina de Bangu 8. Os desembargadores sustentaram que ela - de casa - poderia continuar a lavagem de dinheiro, fruto da corrupção. Adriana voltará para perto de Cabral, que amanhã será levado para Curitiba, onde prestará depoimento ao juiz Sérgio Moro.

26/04/2017

13:41

Bloqueios e arresto tiram R$ 224 milhões dos cofres estaduais

Manchete de O Dia
Manchete de O Dia

Na segunda-feira a União bloqueou R$ 142 milhões do Estado do Rio e ontem mais R$ 30 milhões. Além disso o Tribunal de Justiça arrestou R$ 52 milhões a pedido da ALERJ, por conta do não repasse do duodécimo de março. Em 48 horas saíram dos cofres estaduais R$ 224 milhões. Com isso o salário de março para 220 mil servidores que ainda não receberam vai virando um pesadelo cada vez maior. Sintam o drama.

Pezão prometeu repassar o duodécimo do TJ, MP, TCE e Defensoria Pública em dez parcelas até 10 de maio. Com os bloqueios e outros que devem acontecer até a próxima semana, não conseguirá cumprir essa promessa. Só depois desses repasses vai começar a pensar no pagamento de março dos servidores, que mais uma vez será parcelado. Com isso podem estar certos que só no início de junho, com dois meses de atraso, é que vai pagar na íntegra o salário de março. A situação é totalmente caótica para o funcionalismo estadual.

26/04/2017

12:45

Encontro Marcado com Garotinho (Quarta - 26 de abril)

26/04/2017

10:35

Agora dá para entender como o MP Estadual protegia o governo Cabral

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

O chefe do MP Estadual do Rio, de 2009 a 2012, Cláudio Lopes, segundo delação do ex-subsecretário de Saúde no governo Cabral, Cesar Romero, braço-direito de Sérgio Côrtes, avisou o então secretário que no dia seguinte haveria operação contra fraudes na saúde. E, segundo o Globo, Cláudio Lopes, fez diversas manobras para parar as investigações. Quando o homem que deveria fiscalizar o governo estadual vaza a informação de uma operação do próprio órgão, protegendo assim aqueles que roubavam a saúde, aí dá para entender melhor porque a impunidade da quadrilha de Cabral reinou durante anos. É vergonhoso!

26/04/2017

08:54

Fala Garotinho - 26 de abril de 2017

26/04/2017

07:51

Hoje vamos conhecer os deputados inimigos dos trabalhadores

Reprodução da Folha de S.Paulo
Reprodução da Folha de S.Paulo

Começa hoje a batalha na Câmara para preservar os direitos dos trabalhadores, que tem como inimigo o governo Temer. O que o governo, liderado pelo PMDB e o PSDB, quer é massacrar o trabalhador, retirar-lhe direitos consolidados na CLT. Faz o jogo da FIESP, FIRJAN e outras entidades empresariais. Se a reforma for aprovada será um grande retrocesso. Ontem, por 27 votos a 10, a comissão especial da Câmara aprovou o texto-base da reforma trabalhista. A votação começa hoje e são necessários 257 votos. Mas ontem o governo sentiu que a base aliada não está tão alinhada como esperava ao rejeitar a obrigação do aumento da contribuição previdenciária para servidores no projeto de recuperação fiscal dos estados. Na sessão de hoje vamos ver quem são os traidores, os inimigos dos trabalhadores.


25/04/2017

18:52

Rio de Janeiro do baixo astral

Manchete do Globo
Manchete do Globo

Artistas e personalidades agora estão pessimistas diante da realidade do Estado do Rio de Janeiro. É natural. Vivemos num estado em que a corrupção se transformou numa epidemia que contaminou os mais diversos setores e poderes, até os mais impensáveis. As finanças estão devastadas depois do saque aos cofres estaduais. Os serviços públicos do Governo do Estado não funcionam por falta de dinheiro. Os servidores não recebem seus salários. E como se tudo isso não bastasse a explosão da violência apavora as pessoas que têm medo até de sair de casa. São tempos muito difíceis, os piores dias da história do nosso estado. E até a Prefeitura do Rio começa a sentir os efeitos da gestão irresponsável de Eduardo Paes, que, seguindo a cartilha de Cabral, como fez Pezão, também assaltou os cofres municipais. Esse é o resultado do domínio do PMDB na política do Rio de Janeiro, obtido na base da propina, das negociatas, da compra de políticos e partidos.

Houve um tempo em que os artistas e personalidades que hoje demonstram sua indignação e confessam seu pessimismo, batiam palmas para os governantes, Cabral, Pezão e Paes. Acreditavam na "pacificação", defendiam com unhas e dentes a Copa e as Olimpíadas, porque estavam certos que o legado seria grandioso. Não foi por falta de aviso. Passei quase 10 anos "pregando no deserto", denunciando a roubalheira, mas ninguém me dava ouvidos, nem a mídia. Agora não adianta chorar em cima do leite derramado. O estrago já foi feito. Só resta tentar buscar soluções para tirar o nosso estado da sua pior crise, mas não se iludam, isso ainda vai demorar.

25/04/2017

16:03

Semana decisiva na Justiça para Cabral e Adriana Ancelmo

Amanhã o Tribunal Regional Federal da 2ª Região julga recurso do MPF que pede o retorno de Adriana Ancelmo a Bangu 8.

Na quinta-feira Sérgio Cabral será levado para Curitiba, onde prestará depoimento ao juiz Sérgio Moro no processo que responde na Justiça Federal do Paraná. Ele responde mais seis processos na Justiça Federal.

E na próxima semana deverá ser julgado no Superior Tribunal de Justiça o pedido das defesas de Cabral, Adriana e outros integrantes da quadrilha para que os processos saiam das mãos do juiz Marcelo Bretas e seja sorteada uma nova vara da Justiça Federal do Rio.

PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 ProximoUltimo