Visitantes online: 2336
logo topo

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

22/02/2017

15:35

O governo Rosinha Garotinho e o investimento na saúde

Na administração pública a versão muitas vezes sobrepõe a realidade. Por isso a partir de hoje, no intuito de esclarecer a população do município de Campos sobre os gastos dos recursos públicos, vamos publicar por setor, quanto cada instituição ou empresa recebeu dos cofres públicos durante os oito anos do governo Rosinha Garotinho.

Isso se chama transparência.

Começaremos pelos hospitais contratualizados pela prefeitura para a atender a população. Os valores não incluem compra de medicamentos, gastos com insumos ou qualquer outro custo, como transporte em ambulâncias, exames, etc.

Os valores da tabela abaixo referem-se somente ao que foi repassado aos principais hospitais filantrópicos entre 2009 e 2016 para atendimento à população.

Santa Casa de Misericórdia - R$ 248.615.507,38
Hospital dos Plantadores de Cana - R$ 207.188.783,34
Beneficência Portuguesa - R$ 192.501.557,47
Hospital Álvaro Alvim - R$ 172.448.305,63
Instituto de Medicina Nuclear - R$ 72.709.080,71
Pró-Rim - R$ 53.053.581,82
Hospital Henrique Roxo - R$ 21.591.482,97
Hospital Abrigo João Viana - R$ 20.905.482,04

É claro que existem outras instituições de menor porte e também laboratórios que igualmente receberam recursos públicos.

É bom deixar claro mais uma vez que fora esses investimentos, a prefeitura mantém seus hospitais próprios, como o Ferreira Machado e o Hospital Geral de Guarus, doze unidades 24 horas, além de 68 Unidades Básicas de Saúde, cujos custos não estão incluídos na tabela acima.

No ano de 2015 o governo Rosinha investiu 50,2% do orçamento em saúde, segundo dados do Tribunal de Contas do Estado.

É importante frisar que não se trata de orçamento e sim de repasses efetivamente pagos aos hospitais.

22/02/2017

15:02

Aumenta o drama dos servidores estaduais

Reprodução do Extra online
Reprodução do Extra online

Não adianta Pezão espernear. O Estado contraiu empréstimos tendo a União como avalista. Quando não paga o dinheiro sai dos cofres da União, que tem a obrigação legal de bloquear o dinheiro do Estado para ser ressarcida, isso está no artigo 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal. Não é uma questão política que o governo possa ser camarada, é apenas o que determina a lei, por isso Pezão queria que o ministro do STF, Luiz Fux suspendesse a aplicação da LRF para o Estado do Rio.

Mas com o bloqueio de R$ 220 milhões realizado pela União agrava-se a situação de 175 mil servidores estaduais que ainda não receberam o salário de janeiro. Hoje foi depositada a primeira das seis parcelas, no valor de R$ 577. Mas a segunda parcela, de R$ 462, prevista para o dia 3 de março deve ser adiada. A última das seis parcelas, marcada para o dia 15 de março também ficará para mais adiante. A secretaria estadual de Fazenda deve divulgar até amanhã o novo calendário.

22/02/2017

13:40

Governo Temer comemora antes da hora

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles diz que a melhora das perspectivas em relação à economia brasileira com inflação mais baixa e juros em queda passam a mensagem de que a recessão acabou e que o Brasil voltou a crescer. Calma, Meirelles! Perspectiva é futuro, não é presente. Vamos aguardar o comportamento da economia no final do primeiro trimestre. Diz Meirelles: "O Brasil hoje já está crescendo. Isso é muito importante, porque todos nós passamos por um momento muito difícil, quando o Brasil enfrentou a maior recessão de sua História. Mas a mensagem importante é que essa recessão já terminou. Vivemos ainda as consequências dela em muitos aspectos. Ela foi longa, difícil, dura, gerou esse número de desempregados, mas o Brasil já começou a crescer".

Quero eu, assim como vocês, que a recessão acabe, que empregos voltem a ser criados, mas por enquanto estamos no campo das perspectivas, ou seja, essa comemoração antes da hora, extemporânea, não passa de jogada de marketing para animar a opinião pública. Por ora é apenas isso.

22/02/2017

12:31

Ladrão roubando ladrão

Reprodução do Extra online
Reprodução do Extra online

Quem diria o malandro Eduardo Cunha também levou volta do seu principal parceiro de roubalheira. Era tanto dinheiro envolvido nos esquemas de corrupção que um passava o outro para trás na hora de dividir o bolo das propinas. Segundo a delação de Alexandre Margotto, seu ex-sócio, o doleiro Lúcio Funaro dizia que valia a pena o risco de passar a perna em Cunha. E não estamos falando de pouco dinheiro. Margotto relatou que num caso de liberação de verba de R$ 1 bilhão do FI-FGTS, Funaro teria ficado com R$ 10 milhões que deveriam ter sido repassados a Cunha. E Cunha era goela larga, ficava com 80% das propinas, 12% iam para o doleiro Funaro, 4% para Margotto (o delator) e os restantes 4% ficavam com o então vice-presidente da Caixa Econômica Federal, Fábio Cleto. Era ladrão roubando ladrão, mas sem essa história de cem anos de perdão.

22/02/2017

10:55

Encontro Marcado com Garotinho (Quarta - 22/02)

22/02/2017

08:44

Garotinho: "Agora vocês estão vendo que não exagerei sobre a roubalheira de Cabral"

Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro aceitou a quinta denúncia contra Sérgio Cabral, a quarta no Rio, mais uma na 13ª Vara Federal de Curitiba, do juiz Sérgio Moro. Agora vejam a extensa lista de crimes em que Cabral já é réu.

Operação Calicute

49 crimes de corrupção passiva
164 crimes de lavagem de dinheiro
Formação de quadrilha e organização criminosa

Operação Lava Jato

114 crimes de lavagem de dinheiro
Corrupção passiva
Formação de quadrilha e organização criminosa

Operação Eficiência 1 e 2

186 crimes de lavagem de dinheiro
Corrupção passiva
Formação de quadrilha e organização criminosa

Operação Mascate

147 crimes de lavagem de dinheiro
Corrupção passiva
Formação de quadrilha e organização criminosa

Ou seja: 611 crimes de lavagem de dinheiro, 52 de corrupção passiva e 4 por formação de quadrilha e organização criminosa.

Mas não vai parar por aí. No momento estão em processo de delação premiada o marqueteiro Renato Pereira, da Prole; o doleiro Vinicíus Claret, conhecido como Juca Bala; Hudson Braga, o popular Braguinha; além de Fernando Cavendish, da Delta, na Operação Saqueador. Isso é que o sabemos, mas podem estar em curso outras delações.

Além disso há investigações do MPF e da PF sobre os esquemas do rei Arthur, do ex-secretário de Saúde, Sérgio Côrtes e do ex-secretário da Casa Civil, Regis Fichtner.

Como podem ver ainda falta muita coisa. Agora vocês estão vendo que não exagerei sobre a roubalheira de Cabral.

21/02/2017

18:31

Olha o nível, Jucá!

Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

Prefiro nem comentar essa declaração do senador Romero Jucá (PMDB-RR). Mas é retrato da realidade política brasileira. Ele é presidente do PMDB, Líder do Governo no Senado, e é quem manda no Ministério do Planejamento, apesar de ter sido obrigado a pedir demissão por causa das gravações do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado. Ele só tem esse poder porque a política brasileira é igual à expressão que Jucá usou para falar do foro privilegiado.

21/02/2017

17:11

Depois do carnaval centrais sindicais vão botar o bloco na rua

Reproduções do Globo online e do site da CUT
Reproduções do Globo online e do site da CUT

Os tempos de bonança para Michel Temer estão prestes a acabar. As centrais sindicais planejam em março, a CUT já no dia 15 do próximo mês, ir para as ruas lutar contra a reforma previdenciária. E no dia 26 de março será a vez dos movimentos que atuam nas redes sociais irem defender a Lava Jato. Nesse segundo caso não há previsão de nenhum protesto contra Temer, pelo contrário, vão defender as reformas trabalhista e previdenciária, mas embora essa seja a pauta é preciso combinar com a população. Aliás, essa manifestação de 26 de março, já disse isso aqui, pode ser um gol contra. Esses movimentos querem poupar Temer, mas tudo vai depender do momento.

21/02/2017

16:02

Cabral já está denunciado por 345 crimes de lavagem de dinheiro

Reprodução do Estadão online
Reprodução do Estadão online

Hoje o MPF fez a quinta denúncia contra Sérgio Cabral e sua quadrilha, são quatro no Rio, com o juiz Marcelo Bretas, e outra em Curitiba, com Sérgio Moro. No total já são 345 crimes de lavagem de dinheiro, além de corrupção e formação de quadrilha (organização criminosa). Se receber pena mínima em todos os crimes chegará a mais de mil anos de prisão. E nessa denúncia também estão Aryzinho e Avestruz.

21/02/2017

15:04

Os vendilhões da CEDAE

Clique na imagem para ampliar
Clique na imagem para ampliar

Durante a tarde a ALERJ vai votar 16 emendas (destaques) ao projeto aprovado sobre a venda da CEDAE. Mas o rolo compressor do governo Pezão certamente vai atuar, afinal foram muitos e muitos cargos distribuídos aos deputados. Mas é bom vocês guardarem os nomes e as caras dos deputados que se venderam a Pezão e traíram os trabalhadores da CEDAE e o povo do Rio de Janeiro. Lembrem-se deles quando forem pedir votos no próximo ano.

21/02/2017

13:44

Queda de braço pelo Ministério da Justiça

Ministro Eliseu Padilha e senador Aécio Neves
Ministro Eliseu Padilha e senador Aécio Neves

Enquanto o Senado debate a indicação de Alexandre de Moraes para ministro do STF, nos bastidores continuam as articulações sobre a escolha do futuro ministro da Justiça. Já falei aqui que Aécio Neves quer que seja José Bonifácio de Andrada, que foi Advogado Geral do Estado de Minas Gerais na gestão do tucano. Mas o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha está se mexendo pelo assessor jurídico do seu ministério, Gustavo Rocha, que foi advogado de Eduardo Cunha, que por sinal foi quem o indicou para o Palácio do Planalto. E por fora torcendo para essas articulações não darem certo está a bancada do PMDB na Câmara que que o cargo para o deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-PR). Uma questão que pesa contra o candidato de Aécio é ser oriundo do Ministério Público. Existe uma rixa antiga entre a PF e o MPF. Não sei se os policiais federais aceitariam numa boa serem comandados por um procurador. O futuro secretário Nacional de Segurança Pùblica deverá ser mesmo o criminalista e amigo de Temer, Antônio Cláudio Mariz. O lobby por Beltrame, do PMDB-RJ e da Globo, está perdendo terreno.

21/02/2017

12:26

Pezão finalmente é processado pelo MP Estadual

Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online

O caso é de 2015 e foi denunciado pelo CREMERJ (Conselho Estadual de Medicina), relativo a não ter cumprido o gasto mínimo constitucional com a saúde, que deveria ter provocado a cassação de Pezão, mas sequer foi investigado. O Procurador Geral de Justiça do Estado havia decidido arquivar o caso, mas em dezembro o Conselho Superior do MP-RJ derrubou a decisão. Bem, no ano passado (2016) Pezão fez a mesma coisa. Ontem o MP Estadual ajuizou ação civil pública por improbidade administrativa contra Pezão. O caso correrá no TJ-RJ. É mais uma encrenca para o desgovernador do Rio, cada vez mais desmoralizado. Aliás, o deputado estadual Jorge Felippe Neto (DEM), neto do presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Felippe (PMDB), definiu a situação do desgovernador: "Pezão não pode sair na rua, corre o risco de ser linchado".

21/02/2017

10:59

Encontro Marcado com Garotinho (Terça - 21/02)

21/02/2017

08:43

A Casa Grande e a Senzala em Bangu 8

Reprodução do blog do Lauro Jardim, do Globo
Reprodução do blog do Lauro Jardim, do Globo

O que está acontecendo em Bangu 8 com Sérgio Cabral e sua quadrilha é mais um tapa na cara da sociedade. A cada dia surgem novos relatos dos privilégios e regalias que têm dentro do presídio. Não comem a mesma comida dos demais presos, se refastelam degustando picanhas ou chegam refeições de fora, ou ainda pagam para a cozinha dos funcionários lhes preparar pratos especiais. Recebem gelo todos os dias, jornais, passeiam livremente, Cabral passa o dia fora da cela só retorna no final da tarde, dizem que fica numa sala ao lado do diretor do presídio, no ar condicionado. Aos domingos Cabral e Adriana Ancelmo tomam café da manhã juntos e não é um copo de café com leite mais um pão com margarina, como comem os outros presos. Agora se sabe também que Cabral paga R$ 15 por dia para um preso limpar sua cela. Acostumado a ter um séquito de funcionários e assessores à sua volta, Cabral paga para presos serem seus serviçais e debocha da nossa cara.

20/02/2017

17:01

A demagogia de Temer com o corte de cargos

Temer tanto falou dos 32 ministérios de Dilma, mas com os dois novos ministérios criados no início do mês, um deles para Moreira Franco ganhar foro especial, já chegou a 28. Os milhares de cargos que prometeu extinguir quando tomou posse também foi da boca para fora. Dos mais de 100 mil cargos de livre nomeação que o governo federal tem em todo o país foram cortados 4 mil. Nem 5%. E como podem ver na imagem acima, o Palácio do Planalto continua um cabide de empregos, tem dez vezes mais cargos que a Casa Branca. Mudou muita coisa de Temer para Dilma?

20/02/2017

15:33

No Rio de Janeiro tudo acaba em samba e carnaval

No alto o Bloco da Preta (domingo) na 1º de Março, com multidão compacta na frente da ALERJ; abaixo protesto de hoje contra a venda da CEDAE
No alto o Bloco da Preta (domingo) na 1º de Março, com multidão compacta na frente da ALERJ; abaixo protesto de hoje contra a venda da CEDAE

Sinceramente se metade das pessoas que lotaram ontem a Rua 1º de Março, em frente da ALERJ, no bloco da cantora Preta Gil fosse às ruas protestar contra o descalabro e a roubalheira que quebraram o nosso estado, Pezão já teria sido posto para fora do Palácio Guanabara. O Estado do Rio tem mais de 450 mil servidores, incluindo inativos e pensionistas. Nenhuma manifestação dos servidores conseguiu reunir 10 mil pessoas. Mas bota uma bateria de samba e um carro de som ou trio elétrico para tocarem que a multidão faz a festa. Pra muita gente, infelizmente, só o que interessa é o carnaval.

Abaixo a lista dos deputados que votaram pela venda da CEDAE:

Ana Paula Rechuan (PMDB)
André Ceciliano (PT)
André Corrêa (DEM)
Aramis Brito (PHS)
Átila Nunes (PMDB)
Benedito Alves (PRB)
Carlos Macedo (PRB)
Chiquinho da Mangueira (PTN)
Conte Bittencourt (PPS)
Coronel Jairo (PMDB)
Daniele Guerreiro (PMDB)
Dica (PTN)
Dionísio Lins (PP)
Doutor Gotardo (PSL)
Edson Albertasse (PMDB)
Fábio Silva (PMDB)
Fatinha (Solidariedade)
Marco Figueiredo (PROS)
Filipe Soares (DEM)
Geraldo Pudim (PMDB)
Gil Vianna (PSB)
Gustavo Tutuca (PMDB)
Iranildo Campos (PSD)
Jânio Mendes (PDT)
João Peixoto (PSDC)
Jorge Picciani (PMDB)
Marcelo Simão (PMDB)
Marcia Jeovani (DEM)
Marcos Abraão (PT do B)
Marcos Muller (PHS)
Marcus Vinicius (PTB)
Milton Rangel (DEM)
Nivaldo Mulin (PR)
Paulo Melo (PMDB)
Pedro Augusto (PMDB)
Rafael Picciani (PMDB)
Renato Cozzolino (PR)
Rosenverg Reis (PMDB)
Tia Ju (PRB)
Zé Luiz Anchite (PP)
Zito (PP)

PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 ProximoUltimo