Visitantes online: 1495
logo topo

sábado, 29 de abril de 2017

21/04/2017

09:37

Fala Garotinho - 21 de abril de 2017

21/04/2017

07:41

Um depoimento demolidor para Lula

Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

O ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro colocou a corda no pescoço de Lula em depoimento ao juiz Sérgio Moro. Afirmou que o triplex do Guarujá é da família Lula e que reformou a cozinha do sítio de Atibaia, a pedido de dona Marisa, o que reforça a suspeita de também pertencer à família do ex-presidente, mesmo estando em nome de amigos. Léo Pinheiro também contou que os custos da reforma do triplex e da cozinha de Atibaia foram debitados da conta da propina do PT. E além disso fez uma acusação gravíssima, que Lula, quando começou a Lava Jato, teria lhe pedido para destruir provas dos pagamentos de propina ao PT.

E como se não bastasse, o ex-ministro Antonio Palocci também prestou depoimento a Moro e se ofereceu para contar tudo, casos, nomes e endereços. Chegou a dizer que tinha material para a Lava Jato trabalhar por um ano.

Ontem, definitivamente, foi um dia terrível para Lula.

21/04/2017

07:40

O que Temer e Henrique Meirelles tanto comemoram?

Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online

Desde o início de março, Michel Temer, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles e os comentaristas econômicos de sempre, que fazem o jogo do sistema, comemoram o fim da crise econômica. No mês passado, Temer chegou a dizer que a economia vivia uma "onda excepcional", e Meirelles decretou o fim da recessão e a retomada da criação de empregos. Foram aplaudidos efusivamente pela mídia tradicional, que mais uma vez se desmoralizou. Agora temos aí os números oficiais do emprego no mês de março. E mais um mês termina com o desemprego aumentando. No balanço entre contratados formais e demitidos o saldo foi negativo: o desemprego aumentou. São 63 mil desempregados a mais, que se somam aos 13,5 milhões, de acordo com a metodologia oficial, porque na prática há mais de 20 milhões de pessoas sem emprego.

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira é otimista: "Em que pese os números de março serem negativos, comparando com o mesmo período do ano passado, os números são melhores". Sim, em março do ano passado mais gente ficou desempregada. Porém o que os números mostram é que o desemprego segue aumentando e a crise econômica continua se agravando. Não adianta tentar tapar o sol com a peneira.

20/04/2017

18:24

Como começou a perseguição da Globo a Garotinho



20/04/2017

17:33

Michel Temer com medo de Eduardo Cunha

Reprodução da Folha de S.Paulo
Reprodução da Folha de S.Paulo

É uma situação constrangedora, surreal. Um presidente da República acuado por um bandido, condenado a mais de 15 anos de prisão. Mas é a realidade. Temer, com o perdão do trocadilho, teme o que Cunha pode vir a contar. Cunha enviou uma carta, direto do presídio, onde desmente Temer sobre a reunião, que segundo a delação da Odebrecht, o atual presidente teria pedido US$ 40 milhões. E em vez de Temer rechaçar o que Cunha disse, lhe deseja "a maior felicidade". Isso que é medo.

20/04/2017

16:07

Pezão e o retrato da desmoralização

Reprodução da coluna Poder em Jogo, do Globo
Reprodução da coluna Poder em Jogo, do Globo

Essa nota mostra bem o quanto Pezão está desprestigiado. Nem a maioria dos deputados do Rio quer conversa com ele. É aquilo que eu digo, Pezão em Brasília ou no Rio, tanto faz, só atrapalha. Era melhor pedir para sair, mas tem medo de perder o foro privilegiado. E o fim que está se aproximando será muito pior.

20/04/2017

13:30

Ameaças à vida do juiz Marcelo Bretas

Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online

A descoberta de um plano para matar o juiz da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas é um fato muito grave. Segundo foi noticiado, as ameaças teriam vindo de um presídio do Rio, mas não foi divulgado qual. A Polícia Federal está investigando e reforçou a segurança do magistrado. Mas tendo em vista os poderosos que já colocou atrás das grades e os tentáculos da quadrilha de Sérgio Cabral, principalmente os vários nomes que sabem, que a qualquer momento, poderão ir fazer companhia ao ex-governador, todo o cuidado é pouco. É claro que pode ser uma tentativa de intimidação, mas que tem muita gente no Rio que adoraria se livrar do juiz Marcelo Bretas, isso ninguém tem dúvida.

20/04/2017

11:55

Encontro Marcado com Garotinho (Quinta - 20 de abril)

20/04/2017

10:25

Sérgio Cabral vira réu pela sétima vez

Reprodução do Extra online
Reprodução do Extra online

Cabral segue batendo recordes negativos na Lava Jato. Por conta de fraudes nas obras do Maracanã e no PAC das Favelas, onde o ex-governador combinava antecipadamente os vencedores das licitações. Foram denunciados, além de Cabral, executivos de oito empreiteiras, o ex-secretário de Obras, Hudson Braga, o ex-secretário de Governo, Wilson Carlos, e o ex-presidente da EMOP (Empresa de Obras Públicas do Estado), Ícaro Moreno Júnior. Mas é bom lembrar que no secretário de Obras na época das licitações era Pezão. Braguinha era apenas subsecretário. Mas como Pezão tem foro privilegiado no STJ não pode ser denunciado na Justiça Federal de primeira instância. Quanto a Cabral ser réu sete vezes não é surpresa, mais casos virão, inclusive por conta da delação da Odebrecht.

19/04/2017

21:29

Pezão autoriza pagar com dinheiro do Estado advogado para secretário corrupto

É quase inacreditável, se eu não tivesse visto a publicação no Diário Oficial não teria acreditado. Mas o ex-secretário estadual de Obras, Hudson Braga requereu que o Estado pague os advogados para defendê-lo pelos crimes que cometeu contra o próprio Estado. E agora o mais absurdo, o governador Luiz Fernando Pezão deferiu. Coisa de doido.

Charada

Se faltar água amanhã no Rio não é por problema na estação de tratamento do Guandu. É que às vezes alguns diretores da CEDAE ao invés de economizarem água ficam usando água de forma indevida e podem tomar um banho de lava jato. Amanhã o clima deve amanhecer quente no Rio.

19/04/2017

17:44

Temer passa por constrangimentos

Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online

Primeiro foi o Papa Francisco que declinou do convite oficial de Michel Temer para vir à celebração dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, que acontecerá em outubro, respondendo com uma crítica clara às reformas que o governo pretende aprovar, e que penalizam os trabalhadores. Aliás, a CNBB já havia se posicionado contra essas reformas. O papa se posicionou na resposta a Temer: "Porém não posso deixar de pensar em tantas pessoas, sobretudo nos mais pobres, que muitas vezes se veem completamente abandonados e costumam ser aqueles que pagam o preço mais amargo e dilacerante de algumas soluções fáceis e superficiais para crises que vão muito além da esfera meramente financeira".

Hoje, na cerimônia em que o juiz Sérgio Moro foi condecorado com a Ordem do Mérito Militar, o comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas, falou que o país passa por "aguda crise moral, expressa em incontáveis escândalos de corrupção, nos compromete o futuro", que ainda criticou a sobreposição de "lutas por interesses pessoais e corporativos" ao interesse nacional.

Temer, que cumprimentou Moro rapidamente, fez cara de paisagem, mas o constrangimento era claro. Aliás, nenhum dos oito ministros investigados na delação da Odebrecht deu as caras. O governo agoniza, mas Temer finge que está tudo bem.


19/04/2017

16:29

A hora das madames

Reproduções da Veja e O Dia online
Reproduções da Veja e O Dia online

Madame Cabral e Madame Cunha eram até bem pouco tempo símbolos da riqueza e ostentação. Hoje a primeira cumpre prisão domiciliar e a segunda aguarda o julgamento.

No caso de Cláudia Cruz, o juiz Sérgio Moro deve decidir a sentença muito em breve. Eduardo Cunha já foi condenado a 15 anos e 4 meses de prisão. Sua mulher é ré por lavagem de dinheiro e crime contra o sistema financeiro nacional. Pelos elementos e provas que já vieram à tona será muito difícil escapar da condenação.

Já Adriana Ancelmo pode voltar para Bangu. No próximo dia 26, o plenário do Tribunal Regional Federal do Rio vai analisar a decisão da ministra Maria Thereza de Assis, que concedeu a prisão domiciliar. Ainda não há previsão para o julgamento do caso pelo juiz Marcelo Bretas.

19/04/2017

15:11

Paliativo para crise financeira do Rio ainda vai demorar

Mesmo que na sessão que ocorre neste momento, a Câmara dos Deputados aprove as emendas ao texto principal do projeto de recuperação dos estados, antes de junho não cairá dinheiro no caixa do Governo do Estado, por conta do tão sonhado empréstimo de R$ 3,5 bilhões, avalizado pela autorização da venda da CEDAE. Uma vez aprovado na Câmara, o que pode acontecer ainda hoje, seguirá para o Senado. Dificilmente será analisado e votado na próxima semana, aí chegamos em maio.

Mas nessa hora haverá um impasse. Para o Estado do Rio poder homologar o acordo com o governo federal é necessário que a ALERJ aprove o aumento da contribuição previdenciária dos servidores, além da proibição de aumentos salariais por três anos. Isso não acontecerá de uma hora para a outra, o próprio presidente licenciado da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani já disse que só vota a matéria quando Pezão colocar em dia o pagamento dos servidores, o que não há chance de acontecer agora.

Só após tudo ser aprovado é começarão os trâmites burocráticos para a obtenção do empréstimo, o que não acontece de uma hora para outra. Isso significa que o atraso no pagamento do funcionalismo vai ser ainda maior. O Rio segue num beco sem saída, ou melhor existe uma saída que o governo Temer não quer tomar, que é a intervenção, ou então Pezão ser posto para fora.

19/04/2017

13:31

PSDB afunda na Lava Jato

Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

O problema do PSDB não está no número, 13 senadores e deputados federais, além de dois ministros, investigados por estarem citados nas delações da Odebrecht. É que os cabeças foram atingidos. Aécio Neves, José Serra, Antonio Anastasia e Cassio Cunha Lima, no Senado; os ministros Aloysio Nunes Ferreira e Bruno Araújo, o primeiro senador licenciado, o segundo deputado federal licenciado; além dos governadores Geraldo Alckmin (SP), Beto Richa (PR) e Marconi Perillo (GO). É claro que cada caso é um caso, é preciso analisar as provas. Mas Aécio e Serra esconderam dinheiro de propinas em contas no exterior, esses estão perdidos, e Alckmin teria recebido propina através de seu cunhado. Por isso os tucanos estão perdendo as penas e estão na muda, todo mundo calado.

19/04/2017

11:54

Encontro Marcado - 19 de abril



19/04/2017

10:20

Inserções do PR







PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 ProximoUltimo