Visitantes online: 5
logo topo

domingo, 22 de setembro de 2019

15/01/2018

23:15

Garotinho ao vivo no Facebook

15/01/2018

12:16

Às amigas e aos companheiros de luta

Foto de Gerson Gomes
Foto de Gerson Gomes
O último ano foi intenso em perseguições.

Os setores que não desejam o Estado com um governo popular e nacionalista intensificaram seus ataques pelos meios de sempre, a mídia, a justiça e o poder econômico.

Apesar de tudo que fizeram e do imenso dano emocional causado a minha família, não atigiram o seu objetivo.

Continuo elegível, sem condenação em segunda instância, nada foi provado contra mim, portanto pronto para disputar a eleição ao Governo do Estado.

Conforme disse em outra ocasião, depende de vocês, da minha parte estou firme para enfrentar de peito aberto e cabeça erguida o desafio da campanha, e depois a batalha de reconstruir o estado para o nosso povo.

Está nas mãos de vocês

ANTHONY GAROTINHO

12/01/2018

14:07

Reunião de Campos

Gostaria muito de ter estado com vocês fisicamente na reunião de ontem em Campos, mas meu coração estava e o meu espírito também.

Embora o Juiz Ralph Manhães tenha dado uma decisão com a qual não concordo, decisões judiciais devem ser cumpridas, mesmo as mais absurdas, para serem enfrentadas juridicamente nos tribunais superiores.

A decisão dele praticamente me impediu de estar com vocês e na minha visão será revertida, pois representa uma desobediência a uma corte Superior, mas não incentivo descumprimento de decisão judicial por mais absurda que seja.

Vamos continuar confiando na verdade, no bem, na justiça dos justos e Naquele que é o verdadeiro juiz de nossas vidas.

Beijos e abraços a todos, em breve Campos estará livre e o povo feliz.

Parabéns a todos pela bela reunião.

ANTHONY GAROTINHO

10/01/2018

17:57

Linha Direta com Garotinho

10/01/2018

11:48

O cara é complicado

Outro dia, encontrei um amigo jornalista e começamos a conversar sobre política. De repente, surge o nome de Garotinho. A expressão dele foi muito engraçada.

-“Você conhece bem ele? Eita sujeito complicado! Adora uma briga...”

Expliquei a ele que acompanho a trajetória de Garotinho desde Campos, quando começou no rádio e, de fato, é uma figura polêmica mas que, analisando suas brigas, divergências políticas e outras situações , em 99% dos casos ele tinha razão.

Meu amigo então me questionou: - "Como assim, o cara briga com todo mundo e tem sempre razão?”

Disse a ele que os setores que se opuseram a Garotinho ao longo dos anos são sempre os mesmos. Em Campos, sua cidade natal, eram contra o Garotinho a mídia, o judiciário e uma elite que ainda guarda preconceitos da época em que Campos foi um polo importante da escravidão no Brasil. Por outo lado, Garotinho sempre teve o apoio dos trabalhadores, donas de casa, pessoas do povo e, pelo fato de ser um radialista, falava direto com as massas, criando aí um outro problema com os políticos que queriam controlá-lo. Mas a facilidade de se comunicar direto com o eleitor sempre o colocou do lado dos mais pobres.

E prossegui dizendo: - "Veja, no Rio, é a mesma coisa. Quem é contra o Garotinho? A Globo, a justiça, setores do judiciário, as elites econômicas, os grupos ligados a setores que exploram o trabalhador, como empresas de ônibus e grandes corporações.”

Mas ele insistia. - "Não é possível. Ele fala demais e às vezes fala o que não precisa falar.”

Calmamente pedi a ele: - "Me dê um exemplo de algo que ele fale demais.”

Ele me disse: - "Briga com a CBF, briga com a Globo, briga com um monte de deputados estaduais e federais, brigou com Sérgio Cabral, com Pezão, com Picciani, com Paulo Melo... Briga com muita gente!”

Eu então lhe fiz uma pergunta que foi o marco divisor de nossa conversa. - "Nas brigas em que ele está ou esteve envolvido ele está do lado certo ou do lado errado?” E completei: “- A questão não é falar, é saber se o que está falando é verdade ou não.”

Meu amigo começou a balançar em relação a Garotinho mas ainda resistia. - "Mas é muito demagogo, é populista. Fica com essa história de Restaurante Popular, Cheque Cidadão, achando que isso vai resolver a vida das pessoas.”

Mais uma vez argumentei: - "Olha, ele e Rosinha fizeram a Universidade da Zona Oeste, o Centro de Ensino à Distância, multiplicaram por dez o número de alunos da FAETEC, fizeram as estradas mais importantes do Estado, modernizaram todas as delegacias através do programa Delegacia Legal, fizeram um monte de coisas, não me lembro de tudo. Mas tenho certeza que nunca atrasaram o salário dos funcionários.

Mas meu amigo não dava o braço a torcer. -"Ele é complicado.”

Então perguntei a ele: - "O que é complicado?”

- “Sei lá. Um cara que você não pode controlar, meio imprevisível.”

E eu perguntei a ele: - Mas um político que não se deixa controlar pelo sistema é bom ou ruim?”

- “Mas ele é complicado...”

- “Você pode me explicar o que é complicado? Eu não estou conseguindo te entender.”

Meu amigo então foi mais claro: - "Complicado é o seguinte, ele vive dizendo muito coisa que precisa ser dita mas não pode ser dita aí ficam arrumando um monte de confusão pra ele.”

- “Vamos fazer um pequeno teste pra eu entender a sua definição de complicado. O que ele falou de Sérgio Cabral, Picciani e outras pessoas do PMDB do Rio é mentira ou verdade?”

- E ele respondeu: - "Não, isso é verdade!”

- “O que ele fala da Globo é mentira ou verdade?”

- "A Globo sempre foi manipuladora. Isso é verdade."

- “E a justiça ultimamente tem cometido mais injustiças do que justiças.”

- "É verdade. Isso sempre foi assim. Mas não é de hoje."

- “Bem, eu teria mais uma série de colocações mas estou entendendo que para você complicado é o cara que fala a verdade.”

- "Não, assim você está me ofendendo..."

- “Não, estou apenas repetindo o que você disse.”

- "Tá vendo como o cara é complicado? A gente não consegue nem concluir uma conversa sobre ele. É melhor parar por aqui. Daqui a pouco nós vamos estar brigando e não foi pra isso que a gente veio aqui, foi pra tomar um chopinho."

- “Quem puxou conversa foi você...”

- "Pois é. De repente, tem certas coisas na vida que é melhor a gente fingir que não vê. Vamos brindar aqui que é mais interessante!"

- “Vamos brindar a quê?”

- "Ao meu salário de novembro que o Pezão acabou de pagar."

- “Tá vendo? O Complicado avisou também.”

- “Poxa, não enche o saco... Vamos brindar a qualquer coisa.”

- “Já que você quer brindar a qualquer coisa eu proponho a você que a gente faça um brinde ao legado olímpico.”

- “Você tá de brincadeira, né? Quer dar uma de Garotinho? Não tem legado nenhum, só dívida! Quer saber? Vamos fazer um brinde ao Complicado.”

- “Agora é você que quer me sacanear, né?”

- “Não. É porque, na verdade, eu nunca parei pra pensar sobre certas coisas. Talvez a política é que seja complicada e as pessoas prefiram políticos que falem o que elas querem ouvir, e não o que precisam."

- “É, vamos deixar pra lá.”

E virando pro garçom, pede: - "Me traz mais um chopinho aí! Mas traz o pequeno, o Garotinho!”


Enviado por Eduardo Travassos de Souza

09/01/2018

13:43

Convocação aos companheiros de Campos

07/01/2018

15:28

Toda a violência é injustificável, ainda mais cometida em prédio público

Advogado criminalista questiona caso Garotinho

Fotos tiradas na 21ª DP pela ex-deputada Lilian Sá
Fotos tiradas na 21ª DP pela ex-deputada Lilian Sá
Inicialmente gostaria de deixar claro que não advogo para nenhuma das partes envolvidas na questão que trato neste artigo. O que tentarei mostrar aos leitores é que algo muito estranho ocorreu dentro de um prédio do estado com o ex-governador Anthony Garotinho. Esclareço também que não sou eleitor do mesmo. Mas tratarei apenas de fatos que me levam a uma conclusão preocupante.

O primeiro deles é o resultado da perícia feita nas câmeras da unidade Frederico Marques situada em Benfica. O perito criminal conclui o laudo dizendo não ser possível tirar nenhuma conclusão das imagens das câmeras, pois a 2 e a 4 apresentam sinais de interrupção que podem indicar falha técnica ou edição. O laudo termina com a inconclusão.

Estranhíssimo...

Segundo ponto. A sindicância feita pela SEAP tomou o primeiro depoimento, justamente o do agredido, no dia em que o mesmo acabava de receber um HC concedido pelo presidente do TSE. Constatei que se passaram 25 dias entre o fato e o início da sindicância. É no mínimo um fato a ser investigado.

Terceira situação inusitada é que após consultar peritos apurei que o laudo do Instituto Médico Legal não apresentava nenhuma foto dos locais onde a vítima reclamava ter sofrido agressão. Descobri então que no IML além de não ter sido tirada nenhuma foto, o que não é normal, também não foi feito nenhum exame, sendo o senhor Garotinho apenas “vistoriado” pelo médico. Sinceramente isso não me parece sério.

Há ainda um fato que aprofunda minha desconfiança em relação à condução do caso pelo estado. Pesquisando no blog do senhor Garotinho encontrei um pedido de escolta policial, datado do dia 6 de abril, protocolado no Gabinete Civil do Palácio Guanabara, relatando ameaças que estaria sofrendo oriundas justamente da unidade Frederico Marques (Benfica). Até onde pude apurar nenhuma providência foi tomada pelo governador Luiz Fernando Pezão.

A quarta questão me causou perplexidade como advogado. O senhor Garotinho vinha cobrando a conclusão do retrato falado, iniciado por ele quando estava na unidade Petrolino de Oliveira, e que foi interrompido, segundo informações da Polícia Civil, por problemas técnicos. Apurei com policiais civis o motivo da demora, e para minha surpresa a culpa não era da Polícia Civil, pois o juiz Ralph Manhães, titular da ação em Campos, proibiu o deslocamento do ex-governador a qualquer lugar, até mesmo a delegacia de polícia para confecção de um elemento importantíssimo para a investigação criminal, a confecção do retrato falado. Estranhíssimo...

Aliás, apurei uma sucessão de fatos incômodos. Acho sinceramente que os advogados do ex-governador deveriam acionar o estado na Justiça, afinal ele estava custodiado, “sob a proteção do estado”. Fotos tiradas na 21ª DP pela ex-deputada Lilian Sá

Uma outra situação que me chamou a atenção, essa fora dos procedimentos investigatórios, foi o silêncio do deputado estadual Marcelo Freixo. Ele preside a Comissão de Direitos Humanos da ALERJ. Será que escolhe as vítimas para defender, apurar fatos pelo caráter ideológico? Suponho que não. O silêncio de Freixo é imperdoável.

Outra questão que observo é a letargia do Ministério Público Estadual diante dos sucessivos problemas ocorridos em Benfica. A reincidência tem sido mostrada pela imprensa. Sucessivas visitas não autorizadas, alimentos introduzidos de forma indevida. Há denúncias de uso de telefone celular já que o presídio não possui bloqueadores, até mesmo a instalação de um cine privê dentro do estabelecimento onde está o ex-governador Sérgio Cabral.

Na minha opinião existem elementos suficientes para que o Ministério Público peça o afastamento do secretário de Administração Penitenciária. Quanto ao ex-governador Garotinho os elementos que possuo, e que foram colhidos através de material publicado ou de informações que obtive junto a policiais, me levam à certeza que ele foi agredido.

Se essa moda pega, levar adversários políticos para dentro de estabelecimentos prisionais, e ameaçá-los e espancá-los estaremos voltando a “um tempo infeliz da nossa história”.

Ronaldo Machado – Advogado criminalista


06/01/2018

12:23

Comunicado do PR-RJ

O nosso partido estará realizando uma série de reuniões onde estaremos renovando as direções municipais, filiando novos companheiros para a disputa deste ano e debatendo programas e estratégias.

A primeira reunião geral será no próximo dia 18 de janeiro, no Clube Municipal, na Tijuca, e deverão estar presentes companheiros de todos os municípios.

Acompanha este comunicado resolução do Diretório Nacional do PR. Depois divulgaremos o calendário das reuniões regionais.

Atenciosamente

Anthony Garotinho - Presidente do PR-RJ



05/01/2018

22:02

Linha Direta com Garotinho

04/01/2018

10:02

Conversa franca com Garotinho

03/01/2018

18:40

Nem câmeras, nem sindicância confirmam que Garotinho não foi agredido



Amanhã finalmente estarei fazendo o retrato falado do agressor que esmagou meus dedos e deu uma violenta paulada no meu joelho dentro do presídio de Benfica, conforme mostram as fotos acima. É absurdo, mas é verdade, somente amanhã.

Hoje soube pelo meu advogado Carlos Azeredo que o perito criminal finalmente entregou o laudo das câmeras. Como o processo está em segredo de justiça registro apenas que perguntado se há indícios de manipulação nos registros sônicos, audíveis, registrados na mídia (fitas encaminhadas pela autoridade) sua resposta foi: “Quesito prejudicado, o mesmo não se aplica a esse volume em áudios, pois os arquivos enviados para a análise pericial não registram arquivos sonoros”. Perguntado se alguma pessoa entra na galeria B e na cela B-4, no período entre 1h30 e 2h30, do dia 24 de novembro do ano passado respondeu: “Impende chamar a atenção para as descontinuidades temporais constatadas nos arquivos da câmera 2 e da câmera 4; que as mesmas podem ter sido produzidas no sistema de CFTV, configurado para gravação por detecção de movimento, somente podendo ser verificado com o equipamento de gravação original, e caso o conteúdo dos arquivos originais não tenham sido subscritos ou apagados permanentemente do mesmo”. Ou seja, pelas cópias enviadas para os peritos não é possível provar nada.

Ocorre que no último dia 6 de outubro protocolei pedido de escolta policial ao governador do estado, conforme podem ver no documento abaixo,



No áudio abaixo, vocês poderão ouvir um agente penitenciário me alertando sobre as ameaças de Sérgio Cabral, e fala das farras de comidas e outras mordomias dentro do presídio, constatadas pelo Ministério Público.

Clique e ouça


Não bastasse isso alguns dias antes da minha covarde prisão falei com minha filha, a deputada Clarissa Garotinho, que o deputado Jorge Picciani em discussão dentro do presídio disse que era preciso “parar o Garotinho”, e que ele iria resolver do seu jeito.

Percebam nos documentos abaixo o encaminhamento da deputada Clarissa ao desembargador Abel Gomes, do Tribunal Regional Federal.



Apesar disso tudo até hoje o governador Pezão mantém o meu pedido de segurança a dois ex-governadores ameaçados de morte parado na Coordenadoria Militar da Casa Civil.

O que será que ele espera? Será que deseja que o bilhete que me foi entregue por um detento em Benfica, antes da agressão se torne realidade? Aliás, republico o bilhete com algumas explicações já que alguns que leram minha postagem da outra vez não conseguiram entender.



Transcrição explicativa

“S Cabral falou com coronel Erir (secretário de Administração Penitenciária) para dar um jeito em você. Sauer (na verdade é Sauler Sakalem, subsecretário adjunto de unidades prisionais) colocou um polícia (sic) armado lá dentro. Irmão cuidado com a comida. Pede aos inspetores para visitar as celas vazias. Não tem ninguém lá faz tempo. Rafael (chefe da segurança) acho que também está de trouxa, chame o MP depressa. Lê e rasga, se descobrir (sic) posso morrer. Esse povo não teme a Deus. Irmão age rápido. Fica com Jesus”.

Imaginem vocês, e não caiam para trás com o que vão ler agora. Apesar de não ter nenhuma prova contra mim, o secretário de Administração Penitenciária afirmou que eu havia me auto lesionado. Prestem atenção no que vocês lerão agora e que faz parte da sindicância aberta pela SEAP.

”Perguntado se deseja prestar mais alguma declaração pertinente a este procedimento, o depoente (Anthony Garotinho) disse que sim; que foi informado pela servidora da SEAP Renata de Souza Lupi que este procedimento foi instaurado no dia 24/11/2017, mas curiosamente na data de hoje, transcorrido quase um mês após a instauração, o depoente foi informado que é o primeiro a ser ouvido na sindicância. Sendo que pela imprensa foi dito pelo secretário (Coronel Erir) que a transferência foi uma punição pelo ocorrido em Benfica, e agora se verifica que nem sequer a sindicância havia sido instruída”.

Pelo que se vê fui punido três vezes. Primeiro com a prisão injusta. Segundo com a agressão. E terceiro com a versão da “auto lesão”, que agora se verifica que não houve sindicância e muito menos comprovação pela perícia técnica.

Só espero não precisar morrer para que meus apelos por proteção contra a quadrilha que denunciei sejam ouvidos pelas autoridades.

02/01/2018

16:25

A prova definitiva contra a Globo

Vejam documentos do Tribunal do Brooklyn no processo do Fifagate

Até há pouco tempo eu mesmo cheguei a duvidar se conseguiriam pegar Ricardo Teixeira, Marco Polo Del Nero, Marcelo Campos Pinto e os irmãos Marinho. Mas com o desespero que tomou conta dos advogados de José Maria Marin, após sua condenação, não há mais dúvida. Cairão um por um dos dirigentes das confederações sul-americanas, inclusive alguns ex-presidentes, entre eles o mais "notável" e esperto, Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF, além de atingir a própria cúpula da FIFA. A investigação chegou na seguinte situação:

Marin para não pagar a conta sozinho começou a acusar Del Nero, que por sua vez está entregando Ricardo Teixeira, que por sua vez está entregando seus antigos companheiros de longa data dos esquemas de propina que envolveram dirigentes de vários países do mundo.

Agora com a delação de J. Hawilla e Alejandro Burzaco, mostrando o caminho do dinheiro até as contas da T&T e de Júlio Grondona, ex-presidente da Associação de Futebol Argentina, é hora da Globo parar de mentir.

Nas reportagens que faz sobre o Fifagate, onde só para garantir o direito de exclusividade na transmissão das copas de 2026 e 2030, mais torneios sul-americanos, a Globo está pagando propina de R$ 50 milhões, é hora de parar com o cinismo de dizer que a empresa "não sabia de nada."

Está tudo lá bem explicadinho nos documentos do Tribunal do Brooklyn (Nova Iorque): "Os direitos foram transmitidos à TeleGlobo no Brasil. Para isso a T&T Netherland recolheria da TeleGlobo e usaria parte dos fundos para pagar subornos". Essa é só uma das acusações de Alejandro Burzaco. Ele afirma ainda que os preços dos direitos de transmissão foram colocados abaixo do valor real de mercado, para que houvesse espaço para propina. O depoimento dele somado ao de Marin, junto com os documentos enviados pela Promotoria da Suíça são arrasadores para a Globo. Está bem detalhado como Ricardo Texeira, José Maria Marin e Marco Polo Del Nero receberam milhões pela transmissão de jogos da seleção brasileira, da Copa do Mundo, da Copa América e outros eventos. Só na Copa América de 2015, Teixeira, Marin e Del Nero receberam R$ 10 milhões.

Se os investigadores entrarem no trabalho feito pela Promotoria da Suíça vão chegar em João Havelange, aliás considerado o "pai da propina". O promotor suíço que investigou Teixeira e Havelange encontrou as empresas pelas quais os dois cartolas receberam milhões de dólares ao longo de pelo menos 20 anos. Como explica bem o promotor suíço, e agora confirmado pelas investigações americanas, não existe propina recebida sem pagador. Claro que Marcelo Campos Pinto, ex-diretor de Esporte da Globo, nunca comprou direitos de transmissão para si nem muito menos usando o próprio dinheiro. A Globo agora está lascada. O próximo caminho da Justiça dos Estados Unidos é fazer o que a Suíça infelizmente não fez. Lá a FIFA, sob o comando de Joseph Blatter, escalou um batalhão de advogados para defender Ricardo Teixeira, e ele deve pagar apenas uma multa de US$ 2,5 milhões. Já a Justiça americana deve indiciá-lo juntamente com Marco Polo Del Nero e mais uma gama de dirigentes esportivos. O indiciamento está muito próximo, e já prevendo que sua pena será longa, já que diversos delatores estão envolvendo seu nome e de seu ex-sogro João Havelange, Teixeira sabe que só escapará se fizer o que J. Hawilla fez, delatar e pagar uma multa bilionária. É bom lembrar que J. Hawilla, o ex-sócio da Globo está pagando uma multa de R$ 500 milhões para cumprir prisão domiciliar nos Estados Unidos. Dinheiro nunca foi problema para Ricardo Teixeira. Suas fazendas, apartamentos em Paris, mansão na Flórida e outros bens garantirão o cumprimento das obrigações que virão da Justiça americana.

A delação é que está deixando-o numa encruzilhada. Ele terá que entregar décadas de negociatas de bastidores com a família Marinho, iniciadas quando a Globo ganhou de João Havelange os direitos de transmissão da Copa do Mundo da Argentina de 1978, portanto há 40 anos atrás. Resta saber se a Justiça brasileira fará alguma coisa, ou ficará assistindo de camarote a Justiça americana mostrar a vergonha ocorrida durante décadas, que destruiu o futebol brasileiro. É bom lembrar que a Copa do Mundo foi o escândalo que todos nós sabemos. Até hoje o Brasil, especialmente o Rio paga a conta da farra que consumiu bilhões de reais. Como castigo terminou no vexaminoso 7 a 1 da Alemanha. É importante ressaltar que o julgamento nos Estado Unidos está sendo conduzido pelos departamentos de Justiça e do Tesouro, por meio do FBI, e revela crimes de extorsão, organização mafiosa, fraudes financeiras e lavagem de dinheiro. A juíza do caso, Pamela Schen, não está livrando a cara da Fox Sports americana, da Televisa mexicana, da MediaPro, da Espanha, por que livraria a cara da Globo?

Nos depoimentos as afirmações contra a Globo são contundentes e não há escapatória para a empresa que só na última Copa do Mundo, enquanto governos estaduais e o governo federal ficaram mergulhados em dívidas, no caso do Rio sacrificando até salários de servidores, recebeu mais de R$ 2,853 bilhões em patrocínios, além de vergonhosos R$ 30 milhões, doados pelo Governo do Rio e Prefeitura do Rio, leia-se Sérgio Cabral e Eduardo Paes, para transmissão do sorteio dos grupos da competição, realizado na Marina da Glória. A Globo detém 57% das ações da Geo Eventos, e a RBS, sua afiliada no sul, outros 35%, ou seja 92% da Geo Eventos, que ficou com grande parte da grana da Copa também foi parar na mão da Globo.

Não tem desculpa. Assim como a quadrilha liderada há 40 anos por João Havelange, que teve como sucessor Ricardo Teixeira, a Globo é propineira, e quem diz isso não é um juiz de primeira instância, mas investigações independentes feitas fora do Brasil, porque em terras brasileiras juízes decidem como numa escabrosa sentença onde o magistrado ao mandar trancar um processo que investiga a CBF termina com a seguinte pérola: "O que importa é que o futebol é a nossa paixão e agora somos penta". Acreditem, mas é verdade, está tudo nos anais da Justiça do Rio.



02/01/2018

15:27

Mais um processo contra juiz de Campos

Reprodução do blog de Ralfe Reis
Reprodução do blog de Ralfe Reis

02/01/2018

13:01

Juiz que fez acusações falsas a Garotinho e ao ministro Gilmar Mendes vai ter que se explicar no CNJ

Reprodução do blog de Ralfe Reis
Reprodução do blog de Ralfe Reis

Para quem não acompanhou o episódio ouça o que diz o ministro Gilmar Mendes em entrevista ao Datena.

02/01/2018

12:05

Por quê a Globo persegue Garotinho

MAIS UMA VEZ O JORNALISMO DA GLOBO FOI COVARDE E TENTOU FAZER O POVO PENSAR QUE EU E CABRAL ESTÁVAMOS NA MESMA SITUAÇÃO.

Não respondo a nenhum processo da LAVA JATO.

Não respondo a nenhum processo nas mãos do Dr. Marcelo Bretas.

SABE POR QUE A GLOBO ME PERSEGUE?

OUÇA ESSE ÁUDIO DO PRONUNCIAMENTO QUE FIZ QUANDO ERA DEPUTADO FEDERAL. VOCÊ VAI ENTENDER TUDO.



31/12/2017

19:21

Um Ano Novo de muita paz na sua vida