Visitantes online: 177
logo topo

quarta-feira, 12 de agosto de 2020

19/07/2020

08:00

É bom relembrar...

18/07/2020

10:02

O Garotinho está no ar! Programa FALA CAMPOS - Rádio Difusora Sábado, de 10h às 12h

PROGRAMA FALA CAMPOS COM GAROTINHO

Publicado por Anthony Garotinho em Sábado, 18 de julho de 2020

17/07/2020

20:00

É bom relembrar...

17/07/2020

14:00

É bom relembrar...

16/07/2020

20:32

Minha live com Clarissa

Acompanhe e compartilhe:

Minha live com Clarissa.
Acompanhe e compartilhe

Publicado por Anthony Garotinho em Quinta-feira, 16 de julho de 2020

16/07/2020

18:05

Garotinho fala sobre a Gang dos Guardanapos

A Época destacou a Live que Clarissa fará comigo hoje. Em nossa conversa, falaremos de fatos inéditos da obscura 'Gangue dos Guardanapos', que é tema do livro que estou escrevendo. Não percam a nossa Live! É hoje, às 20h, pelo Facebook e no canal Clarissa Garotinho no YouTube.

Clique aqui para ler a matéria

16/07/2020

14:00

É bom relembrar...

16/07/2020

08:00

É bom relembrar...

15/07/2020

20:00

É bom relembrar...

15/07/2020

14:00

É bom relembrar...

15/07/2020

08:00

É bom relembrar...

15/07/2020

07:00

Congresso aprova benefício de R$ 50 mil para dependentes de profissionais mortos devido à covid-19

Foi aprovado na Câmara o PL1.826, que incorporou propostas de Clarissa Garotinho. O projeto prevê o pagamento de uma indenização no valor de R$ 50 mil ao profissional de saúde incapacitado permanentemente pela Covid-19. Em caso de óbito, o mesmo valor é direcionado ao cônjuge e dependentes. O PL, que também já foi aprovado no Senado, agora segue para sanção.
“A aprovação desse projeto é muito importante, porque não basta a sociedade dizer que é muito grata aos profissionais de saúde pelo trabalho incansável e de risco que eles estão tendo durante a pandemia, não basta ir para a sacada e aplaudi-los. Precisávamos criar uma lei que desse a eles garantia de que seus familiares estariam resguardados no caso de algo pior acontecer em função do trabalho de assistência aos pacientes contaminados", disse a deputada federal Clarissa Garotinho (PROS/RJ), coautora de um projeto da mesma natureza que foi apensado ao PL 1.826.

Clique aqui para ler a matéria do jornal O Dia

14/07/2020

20:00

É bom relembrar...

14/07/2020

14:10

Desembargador aponta que “não se vislumbra, a priori, a possibilidade de concessão de plano da liminar” a Witzel e pede informações

O Desembargador Elton Martinez Carvalho Leme, do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, acaba de despachar no Mandado de Segurança impetrado pelo governador Wilson Witzel, que busca suspender o processo de impeachment na Alerj, tendo o magistrado verificado que “não se vislumbra, a priori, a possibilidade de concessão de plano da liminar”, diz a decisão obtida pelo portal Tribuna NF.

O desembargador decidiu que “Embora o impetrante afirme a existência de violação ao devido processo legal, não se vislumbra, a priori, a possibilidade de concessão de plano da liminar, prevalecendo a prudência do julgador, uma vez que este relator entende ser necessária a análise das informações a serem prestadas pelas autoridades apontadas como coatoras, a fim de elucidar importantes questões suscitadas pelo impetrante.

Assim, com a vinda das informações das autoridades apontadas como coatoras, será apreciado o pleito liminar. Notifiquem-se as autoridades impetradas para que prestem as informações, no prazo de dez dias (art. 7º da Lei nº 12.016/09) e voltem conclusos.

Sem prejuízo, dê-se ciência ao Procurador-Geral do Estado do Rio de Janeiro e à Procuradoria da ALERJ (art. 7º, II, da Lei nº 12.016/09).”

Entenda:
Witzel entrou na Justiça, nesta segunda-feira (13), com um mandado de segurança, com requerimento de tutela de liminar, para suspender o processo de impeachment a que responde na Assembleia Legislativa (Alerj). Ele alega irregularidades nos trâmites formais do processo, como falta de documentação e critério para montar a comissão de impeachment.
Witzel é investigado por fraudes em contratos da Secretaria Estadual de Saúde e teve, por determinação do Superior Tribunal de Justiça, celulares e computadores confiscados em operação da Polícia Federal em maio.

REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF

14/07/2020

14:00

É bom relembrar...

14/07/2020

08:00

É bom relembrar...