Visitantes online: 1223
logo topo

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

12/08/2017

13:44

A súbita "lucidez" de Francisco Dornelles

Reprodução da Veja
Reprodução da Veja

Parece oportunismo, e é, a entrevista concedida pelo vice-governador Francisco Dornelles à Veja. Aos 82 anos, com a saúde debilitada, anuncia sua aposentadoria da vida pública. E agora que não almeja mais nada põe-se a criticar os governos Cabral e Pezão, dos quais foi figura proeminente, agora inclusive como vice-governador. Critica a política de segurança, defende o que eu venho dizendo há longo tempo, que não faz sentido manter milhares de policiais nas UPPs onde não têm efeito prático nenhum, e deveriam vir reforçar o policiamento nas ruas. Condena Sérgio Cabral e a obra do Maracanã.

Tenho que destacar também uma pérola: "Olha, vai chegar a um ponto no Brasil que se o sujeito não estiver citado na Lava-Jato vai até perder valor na política." Então, tá!

Dornelles fazer críticas agora é fácil, passou mais de 10 anos participando do governo, batendo palmas para tudo que hoje todos sabem que foi o maior assalto aos cofres públicos da história do Rio de Janeiro. Agora quer ficar bem na fita, mas não convence ninguém. Sua biografia será marcada por essa mancha.

12/08/2017

10:30

O alto custo de manter um presidente desmoralizado e rejeitado por quase todos os brasileiros

Circula um meme pelas redes sociais que faz todo o sentido. Nele Michel Temer chama os deputados de "Caríssimos deputados", onde o "caríssimo" não é uma expressão de gentileza, mas sim no sentido do custo financeiro. De fato os deputados federais saíram caríssimos para o país na operação que livrou Temer da denúncia por corrução passiva. Custaram bilhões em emendas e perdões de dívidas para empresas deles ou de familiares, fora os cargos distribuídos e outras vantagens.

Mas agora os deputados só falta saírem no tapa disputando cargos que foram entregues a apadrinhados de colegas que votaram contra Temer. Por outro lado como o governo quer aprovar a Reforma da Previdência vários partidos já falam abertamente que só votam se receberem mais cargos, mais emendas, mais vantagens.

E em breve teremos pela frente a segunda denúncia de Janot. Imaginem se Temer conseguir se manter na Presidência da República. O Brasil não merece pagar esse preço que aumentará a cada projeto importante que o governo quiser aprovar.


11/08/2017

18:02

Governo Temer massacra famílias pobres

Reprodução do Uol
Reprodução do Uol

No mês passado o governo cortou 534 mil famílias do Bolsa Família. Desde que assumiu já foram tiradas do programa quase 1 milhão e 200 mil famílias. Aliás, existem outras 500 mil na fila de espera. É o efeito dos cortes nos orçamentos dos ministérios. E justamente no momento em que vivemos uma crise terrível com 14 milhões de desempregados, ou seja a pior hora. Mas dinheiro para comprar votos de deputados não falta. É inaceitável!

11/08/2017

16:35

Sérgio Cabral, o pior criminoso

Reprodução do Jornal do Brasil
Reprodução do Jornal do Brasil

Vale a pena lerem na íntegra o artigo publicado no Jornal do Brasil, que questiona como Sérgio Cabral continua pagando as altas despesas da família.

texto

11/08/2017

15:11

O PMDB é incomparável

Reprodução do Diário do Poder
Reprodução do Diário do Poder

Por sugestão do ministro do Esporte, Leonardo Picciani, conforme consta na ata da reunião da direção nacional do PMDB, foram suspensos por 60 dias das atividades partidárias os deputados Sérgio Zveiter (RJ), Jarbas Vasconcelos (PE), Veneziano Vital do Rêgo (PB), Laura Carneiro (RJ), Celso Pansera (RJ) e Vitor Valim (CE). Isso porque votaram pela aceitação da denúncia contra Michel Temer.

Em compensação Eduardo Cunha e Sérgio Cabral, ambos já condenados por corrupção, não sofreram nem mesmo uma repreensão. Dá para acreditar? Sim, afinal trata-se do PMDB.

11/08/2017

13:42

Temer se livra do inquérito do "quadrilhão"

Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

O Palácio do Planalto está comemorando. Michel Temer terá mais um período de calmaria, a menos que exploda alguma bomba nos próximos dias. Mas a bonança tem prazo para acabar. É quando o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot apresentará a segunda denúncia contra Temer, o que deve ocorrer no final deste mês ou início de setembro. O último dia de Janot à frente da PGR é 17 de setembro. No dia seguinte assume Raquel Dodge.

11/08/2017

11:55

Encontro Marcado com Garotinho (Sexta, 11/08/2017)

11/08/2017

09:25

Fala Garotinho (Sexta, 11/08/2017)

11/08/2017

07:35

Justiça Federal do Rio suspende venda da CEDAE

Em primeira mão para vocês. Ontem a Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendeu o processo de venda da Cedae em ação impetrada pela Associação dos Profissionais de Saneamento. É uma vitória para os trabalhadores da Cedae. E é importante ressaltar que no STF também corre ação contra a venda da estatal, que já tem parecer da Procuradoria Geral da República considerando a operação inconstitucional.

10/08/2017

18:24

Paes vira réu por improbidade em negociata olímpica

Reprodução do Extra
Reprodução do Extra

Vejam como Eduardo Paes foi generoso com construtora Fiori Empreendimentos Imobiliários Ltda. Pela construção do campo de golfe olímpico na Barra da Tijuca, que devastou área de vegetação exótica, a construtora tinha que pagar multa de licença ambiental de R$ 1,8 milhão. Pois acreditem, Eduardo Paes pegou o dinheiro público, nosso dinheiro e pagou a multa da construtora. Assim é mole! Mas essa é apenas uma dor de cabeça para o ex-prefeito do Rio diante de tudo que ainda virá à tona dos esquemas da Olimpíada.

10/08/2017

16:36

Deputados retiram assinaturas da CPI da Fetranspor

Jânio Mendes e Jorge Felippe Neto (no alto); Luiz Martins e Márcia Jeovani; Milton Rangel e Zaqueu Teixeira
Jânio Mendes e Jorge Felippe Neto (no alto); Luiz Martins e Márcia Jeovani; Milton Rangel e Zaqueu Teixeira

Os deputados estaduais Jânio Mendes (PDT), Jorge Felippe Neto (DEM), Luiz Martins (PDT), Márcia Jeovani (DEM), Milton Rangel (DEM) e Zaqueu Teixeira (PDT) tinham assinado o pedido de abertura de CPI para investigar o esquema dos ônibus e da Fetranspor. Com isso o número mínimo de assinaturas foi atingido. Mas eis que, por motivos que só eles podem explicar, correram para retirar as assinaturas. Com isso a CPI foi sepultada como já havia ocorrido na Câmara de Vereadores. Por que será que os nobres deputados mudaram de ideia de retiraram as assinaturas? Bem que eles poderiam explicar aos seus eleitores. Mais uma vergonha na ALERJ.

10/08/2017

15:18

O preço da salvação de Michel Temer

Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

Está aí o resultado da tão propalada política de ajuste fiscal, anunciada por Michel Temer quanto tomou posse no ano passado. Estamos diante do maior rombo orçamentário da história do Brasil. Tudo para "comprar" o voto de deputados contra a denúncia do presidente, seja através da liberação de emendas ou por perdão de débitos. O Brasil segue descendo a ladeira.

10/08/2017

13:40

Pezão continua afrontando o povo do Rio de Janeiro

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

Como o povo e as entidades da sociedade organizada não se manifestam contra tudo o que está acontecendo no Rio de Janeiro, apenas postam críticas nas redes sociais, Pezão segue desafiando, debochando, afrontando, os servidores e a população. Onde é que já se viu no meio da crise sem fim que o estado vive fazer uma licitação para gastar R$ 2,5 milhões com aluguel de jatinhos. E o edital do Governo do Estado fala em "proporcionar requisitos mínimos de conforto". Pezão quer conforto, quer spa de luxo para relaxar enquanto muitos servidores passam fome.

10/08/2017

11:55

Encontro Marcado (Quinta, 10/08/2017)

10/08/2017

09:25

Fala Garotinho (Quinta, 10/08/2017)

10/08/2017

08:06

Mensalão volta a assombrar Lula

Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

Lula passou muito tempo dizendo "eu não sabia" sobre o Mensalão. Escapou do processo ao contrário de seu então braço-direito, José Dirceu, ministro da Casa Civil, que acabou condenado e preso, assim como outros petistas. O processo foi encerrado em novembro de 2013. Agora, quase 4 anos depois, o Mensalão volta para assombrar Lula. o MPF reabriu o inquérito com base no depoimento do publicitário Marcos Valério, que afirmou que Lula acertou com Miguel Horta, então presidente da Portugal Telecom, a transferência de 7 milhões de reais para o PT. É mais uma dor de cabeça para o ex-presidente.

PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 ProximoUltimo