Visitantes online: 1229
logo topo

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

05/10/2017

15:37

O "abençoado" Michel Temer

Reprodução do UOL
Reprodução do UOL

Temer foi a Belém na semana do Círio de Nazaré para tentar melhorar a sua imagem. Foi atrás da simpatia dos católicos, mas não há milagre que melhore a imagem do presidente mais rejeitado da história. Com todo o respeito às religiões, mas como disse um deputado com quem conversei por hoje: "Temer deve ter ido fazer promessa para a Câmara não aceitar a denúncia e ele permanecer no cargo".

05/10/2017

14:20

Prisão do "imperador" do esporte olímpico brasileiro não é surpresa

Reprodução do Extra
Reprodução do Extra

Os leitores do blog sabem que venho denunciando esquemas de Carlos Arthur Nuzman desde o Pan Americano de 2007. Agora começam a ser desvendadas as maracutaias, como os 16 quilos de ouro que o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro escondia na Suíça e só comunicou à Receita Federal depois que, há um mês, foi obrigado a depor na Operação Unfair Play. Mas o MPF investiga também outros esquemas com outros presos na Lava Jato aqui no Rio, ligados a Sérgio Cabral, como o "rei dos ônibus" Jacob Barata e o empresário Marco Antônio de Luca, que forneceu alimentação para a Vila Olímpica e abastece os presídios do estado. Já, já vão chegar a Eduardo Paes.

O mais triste é que o esporte brasileiro sai manchado com a compra da sede da Olimpíada e outros esquemas de corrupção.

05/10/2017

11:55

Encontro Marcado com Garotinho (Quinta, 05/10/2017)

05/10/2017

09:25

Fala Garotinho (Quinta, 05/10/2017)

04/10/2017

18:40

Picciani e Paes enrolam para ganhar tempo

Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

O presidente da ALERJ, Jorge Picciani está retornando hoje ao trabalho depois da inatividade por conta do tratamento do câncer. Voltou garantindo que ele e Eduardo Paes já acertaram a candidatura do segundo ao Governo do Estado em 2018. Mas por enquanto é só conversa mole. Para começar Eduardo Paes ainda terá que enfrentar a Lava Jato, além do que já veio à tona, muita coisa será revelada, a começar pela delação do publicitário Renato Pereira, da Prole, que fez suas campanhas e a de Pedro Paulo. Além disso, caso insista em sair candidato a governador, Paes tem dito a pessoas próximas que o PMDB está "queimado" no Rio e negocia na surdina outro partido. Além disso existem outras questões a serem resolvidas, como a operação com Rodrigo Maia e o DEM, que pretendem lançar Cesar Maia ao governo com o apoio do PMDB. E para completar nem Picciani confia em Eduardo Paes, assim como a recíproca é verdadeira. Então está cedo para definir alguma coisa. Por enquanto é balão de ensaio, até porque pelo calendário eleitoral pode haver mudanças de partido até o dia 2 de abril, não é mais um ano antes, como aconteceu em eleições anteriores. A única coisa certa é que o PMDB pode escolher o candidato que quiser, mas não vai arrumar nada no Rio. Acabou!

04/10/2017

17:39

Mais uma iniciativa inacreditável do PMDB

Reprodução do Diário do Poder
Reprodução do Diário do Poder

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou um projeto que, caso aprovado, seria a salvação da turma da Lava Jato, que prevê o perdão de quem roubar, mas devolver o produto do roubo. Assim quem, por exemplo, desviou R$ 1 milhão, se não for pego desfruta do dinheiro, mas se for apanhado basta devolver que ganharia o perdão judicial. Isso vale para crimes sem violência contra a pessoa. Agora vejam os autores da ideia: Renan Calheiros (PMDB-AL) fez o projeto original e Jader Barbalho (PMDB-PA) elaborou o substitutivo. É mais uma tentativa do PMDB para salvar a pele de muitos corruptos. Mas para valer o projeto ainda terá que ser votado em plenário. Com a pressão da mídia e da opinião pública não vejo a menor chance de ser aprovado. São uns espertalhões!

04/10/2017

16:34

O que Pezão diz não se escreve

Reprodução do Extra
Reprodução do Extra

Não tenho bola de cristal, mas no início do ano, quando Pezão anunciava que o acordo de recuperação fiscal do Rio seria assinado no final de fevereiro, eu antecipei tudo o que vem acontecendo. Pezão já anunciou mais de dez datas diferentes para resolver a situação dos salários atrasados e, claro, não cumpriu nenhuma. Está prometendo no final do dia anunciar um novo calendário para pagar o que deve. Já estamos em outubro e mais de 70 mil servidores ainda não receberam agosto. Quanto ao empréstimo de R$ 3,5 bilhões está mais ameaçado do que nunca, afinal a Justiça do Trabalho manteve a suspensão da venda da Cedae, que é justamente a garantia para receber o dinheiro. Mas se conseguir não sai antes de novembro. Aliás, é uma covardia, além de não pagar, mas continuar dando incentivos fiscais, ficar criando expectativas que acabam nunca se concretizando.

04/10/2017

15:30

Recordar é viver: Garotinho fala da perseguição da Globo (2014)




04/10/2017

14:29

Pega na mentira!

Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

E lá vem o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que sonha com a candidatura à Presidência, com mais uma lorota. O fato de alguns alimentos terem baixado de preço, pelo menos no momento, não representa nenhuma melhora. A queda brutal do consumo em função da crise e do desemprego é que faz alguns preços caírem, aliado a questões do crescimento das safras de alguns produtos. Meirelles e Temer seguem aquela máxima de que uma mentira repetida mil vezes vira verdade. Isso até funciona em várias situações, na política acontece muito, mas não quando se trata do bolso das pessoas, isso as pessoas sentem no dia a dia, não adianta conversa fiada. Aliás, a produção industrial de agosto sofreu queda.

04/10/2017

11:58

Encontro Marcado com Garotinho (Quarta - 04/10/2017)

04/10/2017

09:24

Fala Garotinho (Quarta - 04/10)

03/10/2017

17:32

Senado não pode proteger Aécio Neves

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) quer votar ainda hoje se autoriza ou não o afastamento de Aécio Neves do mandato, conforme decidiu o STF. Está em curso uma manobra vergonhosa para garantir a impunidade do senador.

Não custa lembrar que em 2015, no caso do então senador Delcídio Amaral (PT-MS), que era acusado de obstrução da justiça, o caso de Aécio é muito mais grave, envolve pedido de propina, que está gravado, o Senado aceitou a tese de que na esfera criminal decisão do STF não necessitava do aval do Legislativo. Pois bem, 59 senadores votaram autorizando a prisão de Delcídio, contra apenas 13 e uma abstenção. Aécio e o PSDB votaram em peso pela prisão.

Como que agora o Senado vai mudar a posição só porque se trata de Aécio! E o caso é de corrupção comprovada, o famoso "batom na cueca". Os senadores não podem envergonhar o Senado Federal.

Relembrem o que Aécio disse no discurso defendendo a admissão da prisão de Delcídio Amaral

"— Dizem que estamos diante de uma ofensa, ou poderíamos estar diante de ofensa, ao mandato. Ora, a imunidade parlamentar não é um patrimônio pessoal. Ela protege o exercício do mandato dentro dos parâmetros definidos pela Constituição, pela moralidade. Ela não confere o direito de abusar do mandato."

"— Ora, se o parlamentar pode, e deve ser julgado pelo Supremo, não seria admissível entender-se que, podendo o Supremo exercer a jurisdição criminal sobre um parlamentar, fosse privado do poder de exercer medidas cautelares para, justamente, garantir a sua jurisdição. É óbvio!"

O Senado vai criar uma crise institucional se confrontar o STF.



03/10/2017

16:41

Recordar é viver: Entrevista de Garotinho, candidato à Presidência em 2002, no Jornal Nacional



03/10/2017

15:20

Parlamentares do Rio não dão a mínima para a crise do estado

Pouca gente tomou conhecimento, mas na última sexta-feira foi lançada a "Frente pelo Rio", um movimento suprapartidário que tem o objetivo de defender os interesses do nosso estado, que vive a pior crise financeira do Estado do Rio de Janeiro. O lançamento mal foi noticiado. Sabem por quê? Porque foi um fiasco. Dos 70 deputados estaduais somente três apareceram; dos 46 federais só foram três; além de um senador. Ou seja, pouco mais de 5% da representação parlamentar fluminense achou importante participar da "Frente pelo Rio". Essa omissão, esse descaso diante do colapso estadual é estarrecedora. Aliás, a crise do Rio só chegou onde chegou porque nossos deputados se calaram, fizeram vista grossa aos problemas que foram se agravando sem que os eleitos pelo povo atuassem com firmeza na defesa dos interesses do nosso estado. É muito triste essa situação.

03/10/2017

14:06

Temer reabre a temporada de "compra" de votos

Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

Na prática o presidente Michel Temer declara aberta a nova temporada do balcão de negócios para comprar o voto de deputados para barrar a segunda denúncia da PGR. Não tem o Black Friday, a sexta-feira de mega promoções? Então hoje que é terça seria a Black Tuesday (terça-feira em inglês). Temer subestima a inteligência da opinião pública ao ir para o Twitter dizer que as conversas com 42 deputados, conforme a agenda oficial de hoje, seriam conversas republicanas. "O diálogo é fundamental para a harmonia entre os poderes", afirmou Temer. Ora, todo mundo sabe que um monte de deputados está vibrando com o convite da Temer e já vai com a listinha de pedidos na mão, na verdade é a conta para o presidente pagar pelo voto para se safar da segunda denúncia. E, obviamente, essa situação de incerteza vai se refletir na economia, com os empresários inseguros para investir.

03/10/2017

11:55

Encontro Marcado com Garotinho (Terça, 03/10/2017)

PrimeiroAnterior1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 ProximoUltimo