Visitantes online: 5
logo topo

segunda-feira, 22 de julho de 2019

06/09/2017

13:50

A verdade sobre a Operação Chequinho

Muitas pessoas de Campos têm me enviado notas e informações que o juiz Ralph Manhães já estaria com a sentença me condenando pronta, apenas esperando a apresentação das minhas alegações finais. Por tudo o que aconteceu neste processo não me surpreende.

Desde o início tenho afirmado que a Operação Chequinho não é um processo judicial, mas sim uma perseguição política promovida por um delegado ressentido, um promotor denunciado por mim ao Ministério Público por atos de corrupção e um juiz sem a mínima isenção necessária para dar uma sentença conforme a lei exige.

A Operação Chequinho está marcada por atos de arbitrariedade, como pessoas que foram torturadas para mudarem seus depoimentos pelo delegado Paulo Cassiano, ou impedimento de gravar meu depoimento alegando que as câmeras da sala de audiência não estavam funcionando (só funcionaram no dia das testemunhas de acusação), ou até mesmo o escandaloso gesto do promotor Leandro Manhães de requisitar verbalmente provas que estavam à disposição de um outro juízo eleitoral a fim de que elas fossem anexadas à 100ª Zona Eleitoral, sob o comando do juiz Ralph Manhães.

Infelizmente a maior vítima deste processo não sou eu, nem mesmo os vereadores ou demais acusados. A vítima é a Justiça. Quando, por interesses escusos, inconfessáveis, pessoas que deveriam julgar, segundo a lei, não o fazem, e tomam suas decisões, por mais ilegais que sejam, contrariando o devido processo legal, o senso comum de justiça e o respeito às normas do Direito, não pode se esperar outra coisa senão uma sentença marcada pelo ódio, a vingança, a inveja e o ressentimento.

Se são verdadeiras as informações que me passaram nas últimas horas, elas são lamentáveis. E o juiz Ralph Manhães, o promotor Leandro Manhães e o delegado Paulo Cassiano mesmo que obtenham uma aparente vitória devem se lembrar que na história nem sempre os vitoriosos de uma batalha ganham ao final da guerra. Buscarei a verdade até o fim.

Assim como fiz quando me lancei numa cruzada contra os corruptos que dominaram o Estado, sob o comando de Sérgio Cabral, não me acovardarei enquanto toda a verdade sobre este caso não for restabelecida, na hipótese do juiz cumprir o que vem prometendo às pessoas a quem ele tem contado histórias.

O “imperador” Cabral está atrás das grades. O “Rei Arthur” está sendo caçado pela polícia e a Interpol. Seus súditos, alguns estão presos em Benfica, outros em Curitiba e alguns em prisão domiciliar. E olha que eles eram muito mais poderosos do que aqueles que hoje vêm causando transtornos a pessoas honestas acusadas de crimes que não cometeram, incluindo a mim e minha família. No início é sempre assim o poder cega a quem o detém, e se acham semideuses, capazes de julgar conforme seu gosto pessoal, e não segundo a lei e o senso de justiça. Mas com o tempo a verdade vai sendo restabelecida.

Um dos momentos que ficou mais claro para mim a evidente tentativa de manipulação foi quando o juiz Ralph Manhães me impôs a proibição de falar sobre o caso, decisão que depois foi revogada por unanimidade pelo TSE. A mordaça é arma de quem age na ilegalidade. Ruy Barbosa, patrono do Direito brasileiro dizia: “A luz é a grande inimiga dos crimes. Na claridão do dia surge a verdade. Aqueles que agem de outra maneira, pela força, pelo arbítrio, pela corrupção, pela mentira, não querem o direito, pretendem a vingança”.

06/09/2017

11:55

A Justiça Federal não vai mandar Geddel de volta para a prisão?

Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247
A Polícia Federal achou impressões digitais do ex-ministro Geddel Vieira Lima no apartamento de Salvador onde foram encontrados os R$ 51 milhões. O dono do imóvel confirmou que o cedeu a Geddel. Logo não há mais o que discutir, o dinheiro é de Geddel. No máximo pode ser dele e ter uma parte que seja de mais alguém. Diante da maior apreensão de dinheiro da corrupção na história ninguém aceita que o ex-ministro de Temer permaneça em prisão domiciliar. E Geddel voltando para a prisão aumenta a tensão no Palácio do Planalto por conta da possibilidade de delação premiada, que seria a bala de prata para Temer.

06/09/2017

11:55

Encontro Marcado com Garotinho (Quarta, 06/09/2017)

06/09/2017

09:25

Fala Garotinho (Quarta, 06/09/2017)

06/09/2017

08:04

A "caverna" do Ali Babá

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo
Foi um tiro certeiro da Polícia Federal, que fez a maior apreensão de dinheiro já realizada no Brasil: R$ 51 milhões. O imóvel teria sido cedido ao ex-ministro Geddel Vieira Lima para guardar pertences do seu pai já falecido. A se confirmar que o "tesouro" pertence a Geddel, com certeza deve estar na maior depressão. Ele que, segundo pessoas próximas, andava deprimido e bebendo muito, imaginem agora se levou esse "desfalque" de R$ 51 milhões. Mas aqui para nós, quem em são consciência guardaria R$ 51 milhões em dinheiro vivo num apartamento? Coisa de louco!

05/09/2017

19:28

Conversa franca com Garotinho

05/09/2017

16:21

Farra da Gangue dos Guardanapos e a escolha do Rio como sede da Olimpíada

Fotos das farras da Gangue dos Guardanapos; abaixo matéria do G1
Fotos das farras da Gangue dos Guardanapos; abaixo matéria do G1
De acordo com a procuradora Fabiana Schneider, do MPF, aquelas imagens que eu revelei ao Brasil em 2012, através do blog, da Gangue dos Guardanapos e suas farras em Paris e Mônaco pode ser da comemoração antecipada da escolha do Rio como sede da Olimpíada de 2016. Aliás, a maioria dos personagens que participaram das farras e/ou integravam a Gangue dos Guardanapos estão presos ou sendo investigados. O mistério que permanece é por que o ex-secretário da Casa Civil, Regis Fichtner, que comandou o maior esquema de desvio do governo Cabral, através dos precatórios, até hoje não recebeu a visita da Lava Jato.

05/09/2017

15:02

Uma imagem revoltante de corrupção

Segundo PF, dinheiro seria de Geddel Vieira Lima

Reprodução da Folha de S.Paulo
Reprodução da Folha de S.Paulo
Oito malas e sete caixas abarrotadas de dinheiro, a maioria com notas de R$ 100. Toda essa fortuna foi apreendida num imóvel em Salvador que, segundo a PF, seria onde o ex-ministro Geddel Vieira Lima guardaria pertences que eram de seu pai já falecido. É tanto dinheiro que os agentes tiveram que levar tudo para a superintendência da Polícia Federal para fazer a contagem. É revoltante! Geddel atualmente cumpre prisão domiciliar.

05/09/2017

13:35

O esquema de "compra" de votos para o Rio sediar Olimpíada de 2016

Carlos Arthur Nuzman chegando à Polícia Federal para depor; abaixo manchete de O Dia
Carlos Arthur Nuzman chegando à Polícia Federal para depor; abaixo manchete de O Dia
Como já relatei aqui no blog, o esquema que "comprou" votos para o Rio de Janeiro ser escolhido como sede da Olimpíada foi acertado numa reunião entre o então governador Sérgio Cabral, o prefeito Eduardo Paes, Carlos Arthur Nuzman, Rei Arthur, além do então presidente Lula.

O MPF já sabe que Cabral, Nuzman e o Rei Arthur fizeram 15 viagens juntos, entre fevereiro e outubro de 2009, quando ocorreu a escolha da sede da Olimpíada. A maioria das viagens foi para a França.

O Rei Arthur ainda está sendo caçado, mas o esquema da "compra" de votos de membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) é o menor dos seus problemas com a Justiça brasileira. É um caso de repercussão internacional, afinal envolve o COI e uma Olimpíada, porém a maior parte dos crimes do Rei Arthur foi cometida aqui no Estado do Rio de Janeiro em negociatas com os governos Cabral / Pezão.



05/09/2017

11:52

Encontro Marcado com Garotinho - 05 de setembro de 2017

05/09/2017

09:30

Fala Garotinho - 05 de setembro de 2017

05/09/2017

07:49

Até que enfim! Rei Arthur é caçado pela Lava Jato

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo
A Polícia Federal está nas ruas caçando o empresário Arthur César de Menezes Soares Filho, que ficou conhecido pelo apelido que o nosso blog criou há quase 10 anos, o Rei Arthur, por ser o rei das terceirizações no estado, faturou mais de R$ 3 bilhões dos governos Cabral / Pezão. Além da roubalheira no Rio, o Rei Arthur é acusado pelo Ministério Público do França de ter comprado votos subornando integrantes do Comitê Olímpico Internacional para o Rio de Janeiro ser escolhido como sede das Olimpíadas. O empresário estaria em Miami onde tem uma mansão cinematográfica já revelada aqui no blog.

A Lava Jato também está indo em cima do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, que terá muita coisa para explicar à Polícia Federal.

Demorou, mas a hora do Rei Arthur prestar contas à Lava Jato chegou.



04/09/2017

18:20

João Doria está costeando o alambrado

Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247
João Doria não quer saber de prévia internas no PSDB, afinal sabe que não tem influência suficiente para controlar a máquina partidária. Doria quer que os tucanos escolham o candidato a presidente de acordo com pesquisas: "Ao meu ver, sim. Se alguém tiver dúvida em uma pesquisa, que faça duas. Se tiver dúvida em duas, que faça três. Não ouvir o povo pode ser um erro fatal para o PSDB". Como o PSDB não deve ir por esse caminho, Doria já admite mudar de partido: "Não tenho intenção de mudar de partido, mas é sempre bom ouvir de outros partidos que você é bem-vindo. Não é só o PMDB e o DEM. Outros dois partidos tiveram a gentileza e a delicadeza de abrir as portas caso necessário". O "caso necessário" é sintomático.

04/09/2017

17:11

O que a Força Nacional de Segurança está fazendo no Rio?

Reprodução do Poder 360
Reprodução do Poder 360
Sinceramente a Força Nacional de Segurança desde o ano passado só está efetivamente cuidando da segurança do Palácio Guanabara e da Alerj. Além disso só intervenções pontuais revistando veículos quando há operação conjunta com as polícias do Rio. Gasta-se um dinheiro na manutenção dos 40 agentes, mas pouca contribuição estão dando à segurança da população, somente ao governador e aos deputados estaduais. Aliás, a Força Nacional e as Forças Armadas estão sendo usadas para marketing, porque na prática não estão melhorando em nada a situação da insegurança que tomou conta do Rio.

04/09/2017

15:57

Descontrole geral em Campos

Pelos próximos sete dias os funcionários da prefeitura de Campos não precisam ir trabalhar, podem sair para protestar contra a má administração do prefeito Rafael Diniz, que vem tirando seus direitos.

Eles foram autorizados pelo procurador, em audiência que ocorreu agora há pouco, na sede da prefeitura, como podem ver nos vídeos abaixo:







Vocês também podem ver abaixo a foto da Ponte da Lapa, onde um incêndio começou, conforme o relato de uma pessoa que passava pelo local:

Ponte da Lapa, Campos dos Goytacazes
Ponte da Lapa, Campos dos Goytacazes

Ouça o áudio sobre o incêndio na ponte da Lapa

04/09/2017

14:50

O povo de Campos se sente enganado

O prefeito de Campos, Rafael Diniz, costuma afirmar que a prefeitura da cidade está sem dinheiro. Pois bem, até o dia 31 de agosto deste ano, entraram nos cofres municipais, pelos dados que estão disponíveis no Portal da Transparência da Prefeitura, R$987.395.042,36. Ou seja, quase um bilhão de reais.

Logo ao assumir, o prefeito baixou um decreto suspendendo todos os pagamentos por 90 dias e depois o prorrogou.

Fica a pergunta no ar: onde está o dinheiro que a prefeitura arrecadou?

O mais grave é que todas as receitas que dependem do município estão caindo. O ISS, o ITBI, o IPTU, tudo está muito abaixo do previsto no orçamento. Isso tem nome. Ineficiência, incompetência.

Também não vale tentar culpar a cessão de crédito feita pela prefeitura para cobrir a perda de royalties no ano passado pois o prefeito conseguiu, na Justiça, não pagar. Então, não pode culpar algo que ele não está sendo obrigado a pagar. Lembrando que a prefeita Rosinha Garotinho pagou as prestações que hoje ele não paga, de maio a dezembro.

A cidade hoje vive um caos. Greve de ônibus, lixo espalhado pelas ruas, funcionários revoltados, hospitais sem remédios. Um verdadeiro descontrole.

Se até dezembro, apesar de todas as dificuldades, das crises federal, estadual e do petróleo, a cidade conseguia pagar salários em dia, manter programas sociais para a população, os serviços essenciais funcionando, o que mudou de janeiro para cá?

A resposta é muito simples. Mudou o comando da prefeitura. Saiu um grupo liderado por uma prefeita competente, experiente e bem assessorada e entrou outro grupo, liderado por um prefeito despreparado, imaturo e mal assessorado.

Sem contar os urubus que cercam a atual administração, doidos para morder alguma carniça do dinheiro público.

Caos nos serviços públicos de Campos dos Goytacazes
Caos nos serviços públicos de Campos dos Goytacazes