Visitantes online: 144
logo topo

domingo, 27 de setembro de 2020

30/06/2020

08:00

É bom relembrar...

29/06/2020

21:19

MPF propôs delação a operador que contratou mulher de Witzel

REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF
REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF

29/06/2020

20:17

Os petardos guardados dos Cabral contra Eduardo Paes

Na semana retrasada, Marco Antonio Cabral postou um vídeo nas redes lembrando as dezenas de vezes em que Eduardo Paes esteve em festas e jantares com Sérgio Cabral, seu pai.

Dizia-se incomodado pelo fato de Paes ter dito em entrevistas recentes que nunca teve relações de amizade com Cabral. Os Cabral guardam mais petardos.

Têm na gaveta uma carta escrita por Paes no dia 4 de abril de 2014, dia seguinte a Cabral deixar o governo do Rio de Janeiro.

Endereçado ao ex-governador, o texto afirma que Cabral era “o maior político brasileiro da história”.

REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF

29/06/2020

20:00

É bom relembrar...

29/06/2020

17:09

Comissão da Alerj pede o Iabas que devolva dinheiro ao governo do Rio

REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF
REPRODUÇÃO: TRIBUNA NF

29/06/2020

15:28

Eduardo Paes e seu ódio pelos pobres.

29/06/2020

15:05

Novo ministro da Educação pode nem assumir

REPRODUÇÃO AGENDA DO PODER
REPRODUÇÃO AGENDA DO PODER

29/06/2020

14:00

É bom relembrar...

29/06/2020

08:00

É bom relembrar...

28/06/2020

20:00

É bom relembrar...

28/06/2020

16:23

DE PROPINA A GLOBO ENTENDE. FAZ DÉCADAS QUE ELA PAGA PARA CONTROLAR O FUTEBOL.

28/06/2020

14:00

É bom relembrar...

28/06/2020

08:00

É bom relembrar...

27/06/2020

21:17

Matéria da Veja destaca nossa vitória em ação que pede antecipação de provas das festas feitas por Eduardo Paes para Sérgio Cabral

A partir da nossa ação pedindo a devolução do dinheiro gasto em festas e jantares particulares que Eduardo Paes oferecia aos familiares de Cabral, a Justiça do Rio determinou que o município e o TCM informem sobre quais eram esses eventos e os respectivos custos. Os indícios de uso do dinheiro público para promover esses encontros são fortes! Por isso, queremos que as autoridades concluam o quanto antes essas investigações. Não podemos permitir que a população carioca pague a conta dessa amizade nefasta.

Clique aqui para ler a matéria completa

27/06/2020

20:11

Justiça manda prefeitura do Rio informar sobre eventos realizados por Paes

A juíza Alessandra Cristina Tufvesson, titular da 8ª Vara de Fazenda Pública do Rio de Janeiro, determinou que a prefeitura da capital informe quais foram os eventos realizados na residência oficial da Gávea Pequena pelo ex-prefeito Eduardo Paes (atualmente no DEM) durante o período entre janeiro de 2009 e janeiro de 2017, que compreende os dois mandatos dele à frente da cidade do Rio de Janeiro.

A decisão também manda o TCM-RJ (Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro) informar de forma discriminada os gastos com cada um dos eventos que ocorreram na Gávea Pequena.

O despacho da juíza determina um prazo de 20 dias para a resposta e atende a um pedido do PROS, presidido pela pré-candidata à prefeitura do Rio, Clarissa Garotinho. Eduardo Paes também é pré-candidato à chefia do Executivo municipal.

A ação civil se baseia em um vídeo publicado pelo ex-deputado federal Marco Antônio Cabral, filho do ex-governador Sérgio Cabral Filho (MDB), no qual ele afirma que diversos jantares e festas de aniversário foram realizados na residência oficial do prefeito quando Eduardo Paes ocupava o cargo.

"Marco Antônio Cabral fez revelações graves. Queremos que a Justiça conclua essas investigações. Há fortes indícios de uso de dinheiro público para homenagear e bajular um dos políticos mais corruptos da história do Brasil, de quem Paes sempre foi aliado. Queremos que os eventuais danos aos cofres públicos sejam reparados pelo ex-prefeito", disse Clarissa.

O pedido do PROS ainda busca determinar o depoimento de Marco Antônio Cabral, mas a juíza preferiu esperar as respostas da prefeitura e do TCM-RJ antes de designar a realização de uma audiência de oitiva.

"Essa foi uma decisão importante, pois permitiu a produção de provas para a apuração de denúncias de grande gravidade trazidas a público por Marco Antônio Cabral. Após as informações prestadas pelo município e pelo TCM, apontando todos os eventos realizados, confrontados com as declarações em juízo do ex-deputado, analisaremos as medidas cabíveis para o devido ressarcimento do erário", disse o advogado Bruno Pena, que representa o PROS.

REPRODUÇÃO: UOL

27/06/2020

10:07

O Garotinho está no ar! Programa FALA CAMPOS - Rádio Difusora Sábado, de 10h às 12h