Manchete de O Dia online; ao lado Beltrame
Manchete de O Dia online; ao lado Beltrame



É inegável que a campanha de marketing do governo Sérgio Cabral transformou as UPPs e a "pacificação" no maior sucesso virtual já visto em todo o Brasil. Só que era tudo uma farsa, apenas estratégia eleitoreira para enganar a população. E deu certo. Enganaram o povo por muito tempo. Nessa onda, Beltrame chegou a ter tratamento de herói, quando as pessoas ainda acreditavam que as comunidades estavam pacificadas. Mas a farsa virou pó, e não foi por falta de aviso. O resultado é que a "pacificação" levou ao maior desastre da história da segurança pública do Rio de Janeiro. A opinião pública hoje sabe que a explosão da violência é maior do que em qualquer outro tempo. Beltrame também é responsável por um dos maiores equívocos já cometidos nessa área. Incentivou as milícias achando que enfraqueceria o tráfico. Criou outro monstro que hoje divide o território do Rio de Janeiro.

Enfim, Pezão, quando retornar ao cargo, parece que vai demitir Beltrame, segundo dizem, no final de setembro. Acredito que seja só depois da eleição. Demorou muito para tomar essa decisão. Beltrame já vai tarde. E deixará o cargo sem aplausos, sem deixar saudades. É o maior enganador que já apareceu na segurança pública do Rio de Janeiro.