Manchete do G1
Manchete do G1



O Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro negou ontem o pedido de habeas corpus de Cabral, Adriana Ancelmo e mais 3 presos na Operação Calicute. Até agora todos os pedidos foram negados. E é bom lembrar que contra Cabral foram decretadas duas prisões, uma pelo juiz Marcelo Brêtas, do Rio de Janeiro, e outra pelo juiz Sérgio Moro. Portanto teria que obter dois habeas corpus para deixar a prisão. Também foi negado o pedido de prisão domiciliar para Adriana Ancelmo. Aliás, fica uma pergunta no ar: o governador Pezão, tão amigo de Cabral, que deve tanto a ele, não vai lhe fazer nem uma visita de solidariedade?