Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online



O Senado aprovou a suspensão por 36 meses do pagamento das dívidas com a União dos estados em dificuldades financeiras. Com isso pode acabar o drama mensal do pagamento do funcionalismo. Mas existe uma contrapartida. A CEDAE será entregue à União e estão proibidos reajustes salariais. É bom destacar que essa medida pode aliviar o servidores, mas não vai resolver a crise do Estado do Rio, que continuará sem dinheiro para pagar as dívidas com fornecedores. Com o novo cenário vamos ver o que Pezão vai anunciar e como a ALERJ vai se posicionar.