Reprodução do Facebook
Reprodução do Facebook



Não adianta Pezão culpar a União pelo bloqueio das contas do Estado. Tudo isso é reflexo da bandalheira, da irresponsabilidade de Cabral e Pezão. Agora imaginem a situação humilhante, o desespero dos servidores que, com exceção da Segurança e Educação, vão terminar o ano sem receber um centavo do salário de novembro. Como vão sobreviver? Os servidores vão fazer passeata amanhã até o Palácio Guanabara, mas Pezão não vai estar lá. Não sei onde vamos parar. E a imprensa continua poupando Pezão e a ALERJ da responsabilidade sobre essa calamidade, dando ênfase à crise nacional e à redução do valor dos royalties mesmo sabendo que não é nada disso que causou essa tragédia que estamos vendo.