Reprodução da capa do Extra
Reprodução da capa do Extra



Já expressei aqui no blog minha solidariedade aos servidores estaduais, aposentados e pensionistas pela dramática situação que vivem. É muito triste saber que este ano tiveram um Natal de privações, de sofrimento e angústia com o que o futuro lhes reserva. Vi na televisão o drama da aposentada Carmen Lúcia, de 56 anos, que contou que na ceia de ontem ia comer arroz, ovo e carne moída, em vez de peru e bacalhau, como em anos anteriores. Infelizmente não foi um caso isolado. Mas enquanto os servidores tiveram a ceia da miséria, no Palácio Laranjeiras, onde Pezão está morando, teve regabofe, mesa farta, toda a equipe da chefe de cozinha Ana Rita Menegaz estava de plantão para atender a família e os amigos do governador. Aliás, Pezão durante a semana teve um rompante de cinismo total quando declarou que estava "doído" com a situação dos servidores. Ora, os servidores estão nessa situação por culpa da irresponsabilidade, da roubalheira dos governos Cabral e Pezão. Ainda no mês passado Pezão fez um decreto "mandrake" concedendo incentivos fiscais à joalheria Sara Joias, retroativo a 2013. E depois finge se comover com o drama do funcionalismo estadual.