Reprodução do Globo
Reprodução do Globo



Menos gente compareceu ao réveillon de Copacabana em relação a outros anos, eram visíveis vários espaços vazios na praia. A taxa de ocupação de hotéis não chegou a 80%. E o pior foi a redução do policiamento que resultou em dezenas de arrastões e centenas de pessoas assaltadas, que perderam celulares, documentos, relógios e dinheiro. Algumas famílias apavoradas foram embora antes da chegada do Ano Novo. Foi o réveillon da crise no Rio, mas apesar disso foi um espetáculo grandioso de fogos para iluminar o novo ano e renovar a esperança de dias melhores.


Em tempo: A partir de segunda-feira estaremos voltando com o Papo do Blog. Os leitores mais antigos vão lembrar que o blog abria todas as manhãs com um editorial, uma análise de algum fato muito importante. Nesta segunda-feira vamos falar da Reforma da Previdência, os mitos, mentiras e verdades. E bom começo de ano para todos vocês.