Nem no Natal, nem na virada do ano, só hoje pela manhã é que Pezão se manifestou - via Twitter - sobre a sua expectativa para 2017. Porém ficou claro que continua "catando papel na ventania", ou seja, completamente perdido. Bem, ou você espera que alguma coisa vá acontecer (torce, deseja, almeja) ou você tem certeza. Pezão diz as duas coisas, o que já demonstra a sua insegurança diante da situação. E fala nas medidas que vai tomar com o governo federal. Ora, não há nada decidido, muito pelo contrário. O Ministério da Fazenda ainda vai elaborar uma lista de contrapartidas para - só dessa forma - ajudar o Estado do Rio. Se Pezão queria tranquilizar alguém entrou pelo cano com essa mensagem dúbia. Só blablablá.


Em tempo: Por onde anda Pezão? Desde antes do Natal não aparece em público. Será que também viajou escondido como fazia Cabral?