Reprodução da Folha de S. Paulo
Reprodução da Folha de S. Paulo



A única novidade nessa reportagem é o número de vezes (13) que Cabral e Adriana Ancelmo utilizaram os jatinhos de Eike Batista. Sempre se soube que Cabral usava os jatinhos de Eike. Mas me impressiona que continua sem ser aberta a "caixa-preta" dos voos internacionais de Cabral. Continuam sem resposta algumas perguntas fundamentais que eu fiz em ofícios endereçados ao Ministério da Justiça, à Polícia Federal e à Infraero.

Quais os destinos de todos os voos internacionais de Cabral?

A quem pertencem as aeronaves particulares usadas por Cabral nessas viagens?

Quais foram os acompanhantes de Cabral nessas viagens?

É elementar que agora com Cabral preso, essas informações não são divulgadas porque querem proteger gente poderosa.