Visitantes online : 1542 sexta-feira, 20 de janeiro de 2017
11/01/2017 16:22
Reprodução do G1
Reprodução do G1


Depois que a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia concedeu duas liminares ao Estado do Rio impedindo o Tesouro Nacional de bloquear dinheiro das contas estaduais por não pagar parcelas de dívidas, a equipe do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel decidiu ir pelo mesmo caminho. No caso do Rio foram R$ 373 milhões que escaparam do bloqueio. O governo mineiro queria impedir bloqueio de R$ 1,5 bilhão, mas não teve a mesma sorte que Pezão. Apesar de ser mineira, de Montes Claros, a ministra Cármen Lúcia negou o pedido do governador Fernando Pimentel.



Cometários

         

11/1/2017 17:08:46
Mauricio Carneiro - RIO DE JANEIRO
Talvez a decisão tenha levado em conta a natureza da divida. O BB estava cobrando um valor relativo a depósitos judiciais.


11/1/2017 17:32:36
MARIO LUIZ ITABORAHY MACHADO - RIO DE JANEIRO
INCOERÊNCIA ? OU LIMINAR POLITCO-PARTIDÁRIA


12/1/2017 10:59:46
Adriano - Grajaú
Parece que o Judiciário não tem o mais tênue compromisso com a coerência e a uniformização de suas decisões. Salve quem puder!



Facebook


Twitter


Vídeos

Busca
Links
Todos os Direitos Reservado
Fotos Anthony Garotinho