Reprodução do G1
Reprodução do G1



Depois que a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia concedeu duas liminares ao Estado do Rio impedindo o Tesouro Nacional de bloquear dinheiro das contas estaduais por não pagar parcelas de dívidas, a equipe do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel decidiu ir pelo mesmo caminho. No caso do Rio foram R$ 373 milhões que escaparam do bloqueio. O governo mineiro queria impedir bloqueio de R$ 1,5 bilhão, mas não teve a mesma sorte que Pezão. Apesar de ser mineira, de Montes Claros, a ministra Cármen Lúcia negou o pedido do governador Fernando Pimentel.