Manchete da Folha de S. Paulo; foto do Brasil 247
Manchete da Folha de S. Paulo; foto do Brasil 247



Lula quer eleição este ano, mas não é pelo mesmo motivo que eu defendo. Para mim é uma questão de representatividade. Já para Lula - embora ele não diga - trata-se uma corrida contra o tempo. Lula sabe que pode ser condenado por Sérgio Moro na Lava Jato, mas ainda assim poderia disputar a Presidência, só ficaria como ficha suja em caso de condenação em segunda instância, por decisão colegiada. Se a eleição só acontecer dentro do calendário previsto, em outubro de 2018, até lá há o risco de uma condenação em segunda instância, que o deixaria inelegível.