Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

O jornal O Globo traz uma ampla matéria sobre os 100 dias de prisão de Sérgio Cabral, que confirma o que venho dizendo sobre a farra dele em Bangu 8, desrespeitando a legislação mais uma vez e com uma série de privilégios, mordomias e regalias ilegais, que estão sendo acobertadas pelo secretário de Administração Penitenciária, coronel Erir Ribeiro, ex-comandante da PM no governo Cabral.

Abaixo separei alguns trechos da matéria que só confirmam a farra. O deputado federal Marco Antonio Cabral, filho do ex-governador, diz que o visita a hora que quer e não precisa ficar com o pai na área destinada à visitação, tem acesso a outros setores do presídio. Cabral e Adriana Ancelmo se encontram regularmente e recebem comida de fora, até porque seus visitantes não passam pela revista obrigatória a que são submetidos os familiares dos demais presos. Cabral passa o dia fora da cela.

É um festival de irregularidades e regalias para o preso mais ilustre de Bangu 8. Só espero que agora que o Globo estampou a farra de Cabral o Ministério Público Estadual acorde, afinal lhe cabe a fiscalização dos presídios do Rio de Janeiro. É inadmissível que o maior ladrão da história do Rio de Janeiro continue, mesmo atrás das grades, debochando da população que roubou e permaneça protegido pelas autoridades a quem cabe zelar pelo cumprimento da lei.

Reprodução do Globo
Reprodução do Globo