Joias de Adriana Ancelmo apreendidas pela PF; ao lado Sérgio Cabral; abaixo reprodução do Globo
Joias de Adriana Ancelmo apreendidas pela PF; ao lado Sérgio Cabral; abaixo reprodução do Globo

Em setembro do ano passado, depois que Fernando Cavendish foi preso e começou a negociar a delação premiada, Sérgio Cabral mandou os doleiros Renato e Marcelo Chebbar esvaziar uma conta no BSI (Bahamas) e comprar tudo em diamantes. Tudo indica que Cavendish tinha conhecimento dessa conta de Cabral. Foram comprados R$ 3,3 milhões em diamantes, que estão guardados, segundos os irmãos Chebbar, num depósito de valores no zona franca do aeroporto de Genebra, na Suíça. A cada dia vai aparecendo mais patrimônio de Cabral. E como disse ontem no meu programa no Facebook, Encontro Marcado com Garotinho, o ex-governador, preso em Bangu 8, não tem apenas 15 contas em 7 países, como já foi revelado. Tem muito mais, só falta chegarem nelas.