Luiz Carlos Velloso levado preso pela Polícia Federal; ao lado com seu amigo e ex-chefe, o deputado federal Julio Lopes (PP-RJ)
Luiz Carlos Velloso levado preso pela Polícia Federal; ao lado com seu amigo e ex-chefe, o deputado federal Julio Lopes (PP-RJ)

O deputado federal Julio Lopes (PP-RJ) é afilhado político de Francisco Dornelles, antes era socialite. Muitos lembram dele cantando em Paris numa farra da Gangue dos Guardanapos (revejam abaixo). Todo o mundo político sabe que Luiz Carlos Velloso, preso hoje em mais uma etapa da Operação Lava Jato, sempre foi o braço-direito de Julio Lopes nos contatos com empresários. Atualmente era subsecretário de Turismo, mas no governo Cabral era sub de Transportes, quando Lopes era o secretário. Sabe tudo dos esquemas de corrupção na linha 4 do metrô do Rio.

Julio Lopes sabe que a Lava Jato já chegou nele. Com seu braço-direito preso, Lopes está desesperado, afinal sabe que uma delação premiada pode levá-lo a fazer companhia a Sérgio Cabral. Mas com ou sem delação a situação dele é muito complicada.

Julio Lopes cantando em Paris numa farra da Gangue dos Guardanapos
Julio Lopes cantando em Paris numa farra da Gangue dos Guardanapos