Na próxima sexta-feira (31/03), as principais centrais sindicais (CUT, Força Sindical, CGT, UGT, CTB, CSB e Nova Central) convocaram manifestações de protesto em todas as capitais. Na pauta dos protestos estão a terceirização e as reformas trabalhista e previdenciária. É mais um motivo de preocupação para o Palácio do Planalto, que vai cruzar os dedos para até lá não explodir nenhuma bomba que atinja o governo e sirva para inflar as manifestações. É o medo de que o "Fora Temer" tome conta das ruas.