Reproduções do blog do Lauro Jardim e do G1
Reproduções do blog do Lauro Jardim e do G1

É impressionante o que está acontecendo em Bangu 8. Sérgio Cabral, com a ajuda de Pezão e do secretário estadual de Administração Penitenciária, coronel Erir Ribeiro, ex-comandante da PM na gestão do ex-governador, tem todas as regalias possíveis. Causa perplexidade que seu filho, o deputado federal Marco Antonio Cabral, tenho o desplante de usar as prerrogativas de parlamentar, alegar que vai a Bangu 8 a trabalho, como se fosse fiscalizar alguma coisa, e entre no presídio para visitar o pai na hora que quer, fora dos dias e horários de visitas. E o coronel Erir Ribeiro finge que Marco Antonio vai ao presídio a trabalho. Ali dentro de Bangu 8 não está prevalecendo a lei, mas sim a "lei de Cabral e de Pezão", mais uma vez associados para burlar a legislação. E Pezão, mesmo sem dinheiro para nenhuma obra, está tocando a reforma de um presídio vip em Benfica para alojar seu comparsa com mais conforto. É preciso dar um basta nessa farra em Bangu 8. Agora a mulher de Cabral, Adriana Ancelmo, vai para casa cuidar dos filhos menores, privilégios que nenhuma outra mãe presa recebe. Mesmo atrás das grades, Cabral continua rindo da nossa cara. E ninguém faz nada para acabar com a festa em Bangu 8. Aliás, vale a pena lerem o artigo de Guga Noblat sobre a afronta de Cabral e seus amigos, Jorge Picciani, Paulo Melo, Cidinha Campos, Washington Reis, além de Marco Antonio Cabral.

Reprodução do Blog do Noblat
Reprodução do Blog do Noblat