Reprodução do Extra onlie
Reprodução do Extra onlie

O Tribunal de Justiça recorreu ao STF na segunda-feira pedindo o bloqueio de R$ 275 milhões das contas do Estado, verba constitucional (duodécimo). Ontem foi a vez do Ministério Público recorrer ao Órgão Especial do Tribunal de Justiça para pedir bloqueio de R$ 92 milhões dos cofres estaduais. O ministro do STF, Dias Toffoli concedeu 48 horas para Pezão se explicar sobre o não repasse. Isso toda a mídia está noticiando.

O que ninguém fala é que ao não repassar a verba constitucional dos outros poderes, Pezão cometeu crime de responsabilidade, que deveria levar a ALERJ a abrir processo de cassação. Aliás, isso já deveria ter ocorrido, afinal em 2015, o governador já havia descumprido a Constituição ao não aplicar a verba mínima determinada para a área de saúde. Mas a Assembleia Legislativa finge que nada está acontecendo porque o governo estadual foi todo loteado pelos deputados que não querem perder suas boquinhas. E assim o Estado segue afundando...