Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

Não tenham dúvidas de que essa a primeira de várias condenações que Eduardo Cunha terá na Lava Jato. Ele já é réu em outro processo que está com o juiz Sérgio Moro. Mas vêm vários outros processos por aí, só para citar um exemplo, na delação da Odebrecht. Para vocês terem uma ideia, nesse processo que acaba de ser condenado, o ex-presidente da Câmara é acusado de receber propina de US$ 1,5 bilhão, referente a propina na compra pela Petrobras, de um campo de exploração de petróleo em Benin, na África, onde diga-se de passagem, não havia petróleo. Então esse caso de corrupção é fichinha. Há muitas coisas piores que responderá na Justiça.

Sérgio Moro determinou que Cunha deve permanecer atrás das grades mesmo na fase de recursos. Com essa condenação fica prejudicado o pedido de habeas corpus que sua defesa deu entrada no STF. O primeiro recurso será no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre. Para Moro "não pode haver ofensa mais grave do que a daquele que trai o mandato parlamentar e a sagrada confiança que o povo nele depositou para obter ganho próprio".