Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

Petistas e movimentos sociais vão em peso para Curitiba, no próximo dia 3, quando está marcado o depoimento de Lula perante o juiz Sérgio Moro. Já estão fazendo convocação pelas redes sociais para uma manifestação na porta da Justiça Federal de Curitiba. Deputados e senadores do PT também devem participar. É um direito legítimo se manifestarem e darem seu apoio a Lula. Mas pode surgir um grande revés que nada tem a ver com Moro. É a possibilidade, noticiada pelo Estadão, do ex-ministro Antonio Palocci fazer delação premiada. Seria o primeiro "general" petista a contar o que sabe. José Dirceu e os ex-tesoureiros petistas, Delúbio Soares e João Vaccari Neto, foram condenados, mas não falaram nada que comprometesse Lula.

Reprodução do Estadão
Reprodução do Estadão