Reprodução do Extra online
Reprodução do Extra online

Mais uma vez o projeto de recuperação fiscal dos estados foi retirado da pauta da Câmara. Deputados do Rio tentam hoje negociar com líderes partidários e colegas de estados que enfrentam dificuldades financeiras, como Minas Gerais e Rio Grande do Sul – embora nem de longe a situação chegue à calamidade que enfrentamos aqui – para o projeto entrar na pauta de amanhã. O problema é que Pezão está completamente desmoralizado para negociar alguma coisa. Até por isso, na semana passada, o presidente da Alerj, Jorge Picciani surgiu como interlocutor na negociação com o governo federal, mas foi atingido pela Operação “O quinto dos infernos”. E o vice-governador Francisco Dornelles, que tem boas relações em Brasília, não pode sair de casa porque saiu na semana passada do hospital depois de uma cirurgia urológica. O Rio de Janeiro está mesmo, como se dizia antigamente, “ao Deus dará”.