Reprodução do UOL
Reprodução do UOL

A desfaçatez de Pezão vai além do impensável. Nos depoimentos que deu na semana passada à Justiça Federal do Rio e do Paraná como testemunha de defesa de Cabral, o atual governador insistiu em debochar da sociedade. Dizer que Cabral foi "um grande defensor do Rio" depois de tudo o que se sabe que fez, do quanto roubou, só demonstra descaso com a Justiça e que ainda não caiu na real de que a impunidade acabou.