Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

Para a Odebrecht participar das obras olímpicas, Paes teria pedido propina de R$ 16 milhões. Segundo delação, o ex-prefeito do Rio teria recebido R$ 11 milhões no Brasil e mais R$ 5 milhões em conta na Suíça. Agora a gente entende porque Paes falava tanto em "legado olímpico". Com os bilhões que vieram para o Rio por conta da Copa e da Olimpíada era para a cidade ter melhorado muito, mas com a quadrilha do PMDB tomando conta de tudo não podia mesmo terminar bem. Perdemos a maior oportunidade da história para transformar a Cidade Maravilhosa.