Mais uma vez a TV Globo, no RJ TV 2ª edição, mentiu aos seus telespectadores. Mostrou uma série de irregularidades cometidas pela empreiteira Odebrecht, com pagamentos de propina e corrupção a várias prefeituras do estado, as maiores delas à dupla Cabral – Pezão, e não conseguindo nenhuma palavra do delator de que eu e Rosinha teríamos recebido propina ou praticado corrupção, fez uma reportagem fantasiosa, e ainda por cima se negou a me entrevistar, cerceando o meu direito de resposta, e além disso editou uma nota que enviamos no lugar da entrevista que se recusaram a fazer. Vamos às mentiras de hoje da Globo.

1 – Afirma que o governo Rosinha pagou por casas que não foram feitas. Mentira. A Prefeitura de Campos só pagou pelas casas que foram construídas e entregues, e há, inclusive, uma ação judicial entre a prefeitura e a Odebrecht tratando do assunto, porque Rosinha se recusou a pagar faturas que a empreiteira queria.

2 – Disse que eu ligava para o secretário de Fazenda pedindo pagamento para a Odebrecht sem ocupar cargo nenhum na prefeitura, quando todo mundo sabe que eu ocupei por quase dois anos a secretaria de Governo do município.

3 – Por fim, como a Globo não quis nem me entrevistar, nem ler minha nota completa, vou publicar a nota que enviei para a Globo, e convido vocês a assistirem mais tarde no meu Facebook a transmissão (live) que irei fazer sobre esse assunto.

Nota enviada à TV Globo

O ex-governador Anthony Garotinho diz que a delação da Odebrecht contra ele é movida por vingança, pois foram de sua autoria as denúncias das obras da Odebrecht que geraram propina no governo Sérgio Cabral, e que resultaram na prisão dele e de outros corruptos.

O ex-governador ressaltou ainda o ressentimento do diretor-presidente e delator Benedicto Júnior, cuja esposa é sócia, numa joalheria em Ipanema, da esposa do ex-secretário de Saúde de Sérgio Cabral, também preso por corrupção. A denúncia que a joalheria da mulher do ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura servia para lavagem de dinheiro através de joias foi feita ao Ministério Público Federal em 2012 pelo ex-governador.

A ex-prefeita de Campos, Rosinha Garotinho ressaltou que não pagou nenhuma casa que não tenha sido construída, e que a informação dada pela atual gestão do município é mentirosa.

E reafirmamos mais uma vez que não recebemos nenhum dinheiro ilegal da Odebrecht.


Numa clara demonstração de manipulação, a TV Globo escondeu as notícias do seu parceiro de negócios, Eduardo Paes, ex-prefeito do Rio. Nenhuma menção foi feita a ele, embora os delatores tenham dito que ele recebeu R$ 16 milhões de propina, sendo mais de R$ 5 milhões em contas no exterior.