Manchete de O Dia
Manchete de O Dia

Na segunda-feira a União bloqueou R$ 142 milhões do Estado do Rio e ontem mais R$ 30 milhões. Além disso o Tribunal de Justiça arrestou R$ 52 milhões a pedido da ALERJ, por conta do não repasse do duodécimo de março. Em 48 horas saíram dos cofres estaduais R$ 224 milhões. Com isso o salário de março para 220 mil servidores que ainda não receberam vai virando um pesadelo cada vez maior. Sintam o drama.

Pezão prometeu repassar o duodécimo do TJ, MP, TCE e Defensoria Pública em dez parcelas até 10 de maio. Com os bloqueios e outros que devem acontecer até a próxima semana, não conseguirá cumprir essa promessa. Só depois desses repasses vai começar a pensar no pagamento de março dos servidores, que mais uma vez será parcelado. Com isso podem estar certos que só no início de junho, com dois meses de atraso, é que vai pagar na íntegra o salário de março. A situação é totalmente caótica para o funcionalismo estadual.