A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia é quem teria o maior apoio dos brasileiros. É citada em conversas de bastidores, mas ninguém sabe se ela aceitaria encarar essa encrenca.

O ex-presidente do STF, Joaquim Barbosa vem defendendo a renúncia de Temer nas redes sociais. Alguns acham que ele toparia desde que fosse convocado por um conjunto de forças políticas. Porém tem personalidade forte demais para o gosto da maioria dos parlamentares.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que já andou flertando com a política, disse que se Temer sair, ele continua. É o candidato preferido do mercado financeiro e do empresariado.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia é o candidato preferido da Globo, que o considera mais manipulável. Alguns partidos topariam apoiá-lo pelo mesmo motivo. Mas contra ele pesa o inquérito aberto pelo STF na Lava Jato.

Mas volto a repetir tem que haver Diretas Já. Estou apenas lhes mostrando um quadro momentâneo do que se comenta nos bastidores da política.