Reprodução do Globo online
Reprodução do Globo online

Renan Calheiros nunca foi do grupo político de Michel Temer, mas pertence ao PMDB e tem cargos no governo. Agora, Renan, líder do PMDB no Senado lança o "fogo amigo", defendendo a renúncia do presidente. Aliás, Temer estava articulando na semana passada a destituição de Renan da liderança do PMDB, mas foi atropelado pela delação e gravação de Joesley Batista.

Mas Renan está certo, o país não suporta outra paralisia de meses com outro processo de impeachment. Quanto mais cedo Temer sair melhor para a economia e para todos.