Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

Só conhecia um bandido que teve um presídio construído especialmente para ele. Foi o caso do chefe do Cartel de Medellín, na Colômbia, Pablo Escobar, nos anos 1990. Agora Sérgio Cabral também ganhou um presídio vip, só não foi construído, foi reformado. E estranhamente não tem bloqueador de celular. É um presente de Pezão, que não tem dinheiro para reformar escolas ou hospitais, nem para pagar os servidores, mas deu um jeito de reformar o presídio para receber Cabral, Sérgio Côrtes, Braguinha, Avestruz, Bezerra e outros integrantes da quadrilha. Ganharam até colchões especiais comprados para os atletas olímpicos. Dizem as más línguas, que Pezão quis garantir aposentos melhores quando chegar a sua horam e for fazer companhia ao ex-chefe.