Reprodução do Brasil 247
Reprodução do Brasil 247

Quando Dilma nomeou Lula como ministro da Casa Civil, com objetivo de lhe garantir foro privilegiado, o STF suspendeu o ato, inclusive ambos respondem processo por obstrução na Justiça Federal do Distrito Federal. Mas Temer está indo mais longe. Promoveu Moreira Franco, de assessor a ministro, com o mesmo objetivo de lhe dar foro especial. Aliás, como a MP que criou o cargo para Moreira vai caducar esta semana, temer vai reeditá-la na maior cara de pau. Além disso trocou o ministro da Justiça com a clara intenção de interferir na Polícia Federal e esvaziar a Lava Jato. E de quebra alojou o ministro demitido da Justiça, Osmar Serraglio (PMDB-PR) no Ministério da Transparência só para que seu suplente na Câmara, o "homem da mala" de Temer, o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) não perca a blindagem do foro privilegiado. Isso sem contar que o Palácio do Planalto manobra para interferir no julgamento da chapa Dilma-Temer no julgamento do TSE. É uma afronta acintosa à Justiça. O desespero de Michel Temer ultrapassa todos os limites.