Reprodução do portal do Palácio do Planalto
Reprodução do portal do Palácio do Planalto

No Dia Mundial do Meio Ambiente, o presidente Michel Temer assinou decreto ampliando parques nacionais. No seu discurso de praxe mandou essa: "Trilhamos o caminho da sustentabilidade". Nessa hora a pequena plateia se entreolhou como se questionasse: "De qual sustentabilidade, Temer está falando?". Aliás, se formos falar da "sustentabilidade" do seu governo, Temer depende mais do que nunca do julgamento do TSE, que recomeça amanhã. E a se confirmar a informação de que o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot dispõe de mais áudios com conversas gravadas do presidente, aí não "sustentabilidade" que resista. Esta será uma semana decisiva e de fortes emoções na política.

Aliás, na foto acima dá para ver ao fundo, o desânimo do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. Mas na reprodução abaixo, da Agência Globo, o clima além das fotos oficiais é ainda mais revelador. Rodrigo Maia coçando os fios de cabelo que lhe restam no alto da cabeça; Temer de rosto contraído, visivelmente tenso; e Eliseu Padilha com a mesma expressão aérea, que segundo vários políticos, vem exibindo nas últimas reuniões onde quase não abre a boca. Essa imagem mostra bem o quanto eles acreditam na "sustentabilidade" do governo.