Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

As alegações finais de defesa de Sérgio Cabral no processo que está nas mãos do juiz Sérgio Moro seriam para rir, se não fossem de chorar. Cabral jura inocência no caso de recebimento de R$ 2,7 milhões em propina pela obra do COMPERJ e alega em sua defesa que "tudo fez para alavancar a economia do Rio", e que deixou a população do Rio em "momento extraordinário". É muita cara de pau! Vai ser a primeira condenação de muitas que Cabral receberá, afinal já é réu em 10 processos.