O resultado já se desenhava pelas intervenções dos ministros e os debates travados no julgamento. A decisão frustra a s expectativas da esmagadora maioria da população brasileira, e não é porque 90% desejem eleições diretas e tenham aderido ao Fora Temer. É porque há provas incontestáveis na delação da Odebrecht para justificar a cassação, mas a maioria dos ministros decidiu ignorá-las. Vamos ver a reação da sociedade.

Porém os problemas de Temer não terminam aqui. Na próxima semana o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot deve denunciar o presidente ao STF no caso da JBS. Temer vai seguir afundando.