Reprodução do Facebook
Reprodução do Facebook

A cidade de Campos vive um momento surreal. Após eleger um prefeito despreparado, incompetente, através de uma fraude, o rapaz juntou-se a coleguinhas de colégio, a mídia tradicional, setores "partidários-eleitorais" da Justiça e um Câmara de Vereadores covarde, irresponsável e corrupta.

Nas últimas semanas, após perceber que sua sucessão de erros está levando a cidade ao abismo, o prefeito retomou, seis meses depois, que a cidade tem um rombo deixado por Rosinha. Além do argumento falso, Rafael Diniz para justificar medidas de contenção de gastos mandou fechar o Restaurante Popular, dobrar o valor da Passagem Social, suspender o Cheque Cidadão por três meses, e colocar novos critérios que praticamente extinguirão o programa.

Na foto acima e nas debaixo vocês têm a noção exata da qualidade e da personalidade de alguns vereadores que votaram para acabar com os programas sociais, na primeira foto (acima) postada no Instagram pelo vereador Neném, ele aparece num restaurante em Porto Alegre, cercado de familiares e amigos onde saboreia vinhos, iguarias num caríssimo jantar. Na foto abaixo, a "namorada" do vereador Cláudio Andrade, nomeada inclusive na prefeitura, como podem ver, convida amigos pelo Facebook para um jantar com o chef de cozinha Genílson Fernandes, e com a participação do top DJ Ricardo Sá.

É o cúmulo do cinismo e um tapa na cara do povo. Dias após negarem programas sociais aos mais pobres vão gastar o salário de vereadores, mais de R$ 13 mil, dado justamente por aqueles que acabaram de prejudicar.