Reprodução do Globo
Reprodução do Globo

A manchete dessa matéria do Globo destaca que o nome do secretário de Governo de Pezão, Affonso Monnerat aparece numa planilha apreendida com Luiz Carlos Bezerra, operador de Sérgio Cabral, ao lado de várias anotações com o valor R$ 20 mil. Mas deveria era mostrar que na mesma planilha aparece o registro "Pé - 140.000". Ora, alguém tem dúvida de que "Pé" é Pezão e que o número representa R$ 140 mil? É mais um registro de propina para o governador Pezão, que segue afundando com o nosso estado, prossegue com os negócios iniciados pela quadrilha de Cabral, continua liberando incentivos fiscais a empresários "amigos", e não paga nem os servidores. Até quando teremos que conviver com Pezão?