Reprodução da Veja online
Reprodução da Veja online

A base aliada de Michel Temer está usando a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara para tentar aprovar um requerimento questionando o ministro Edson Fachin, claramente tentando constrangê-lo. O Palácio do Planalto teria, segundo denúncia da Veja, determinado à ABIN que espionasse o ministro. Agora surge a informação de que telefones da Procuradoria Geral da República podem ter sido grampeados ilegalmente. Além disso, o presidente do Senado, Eunício Oliveira anuncia que não vai cumprir a decisão do ministro Fachin de afastar o senador Aécio Neves. O Executivo e Legislativo estão de forma explícita afrontando o Judiciário. Se não houver uma posição firme por parte do STF e da PGR não sei onde essa história vai terminar, mas o final será muito ruim para o país, disso não tenham dúvidas.