Reprodução da Folha de S. Paulo
Reprodução da Folha de S. Paulo

FHC comparou o governo Temer a uma pinguela. Agora diz que "preferiria atravessar a pinguela, mas, se ela continuar quebrando, será melhor atravessar o rio a nado”. E foi mais longe: “Se tudo continuar como está, com a desconstrução contínua da autoridade [de Temer], pior ainda se houver tentativas de embaraçar as investigações em curso, não vejo mais como o PSDB possa continuar no governo”.

O PSDB só continua no governo para tentar salvar Aécio. Mas vai pagar um preço caro por isso. Resta saber por quanto tempo mais aceitará afundar por causa de Aécio.