Reprodução da Folha de S.Paulo
Reprodução da Folha de S.Paulo

Matéria de Italo Nogueira, da Folha de S.Paulo, revela como eram escolhidos por Sérgio Cabral os novos desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio. Primeiro tinham que passar por uma entrevista com Adriana Ancelmo. Até ministros nomeados no STJ por Lula, a pedido de Cabral, passaram pelo crivo da ex-primeira-dama.

Aliás, Adriana Ancelmo, que responde a quatro processos e cumpre prisão domiciliar, justificou a um advogado com quem esteve porque o casal se envolveu em tantos esquemas de corrupção. Segundo ela, "estavam em êxtase", como que diz, era tudo lindo, maravilhoso, as propostas não paravam de chegar. Agora que o êxtase acabou, Cabral e Adriana vivem em depressão. Uma vistoria do MPF no presídio vip de Benfica constatou que o ex-governador tinha na cela excesso de remédios de tarja preta contra a depressão.