A farra de Cabral continua no presídio vip de Benfica. Nada que lembre as festas nababescas nos melhores hotéis e restaurantes da Europa, é claro, nem os regabofes na mansão de Mangaratiba - que vai a leilão - com a Gangue dos Guardanapos, mas ainda assim é uma farra que afronta o povo do Rio de Janeiro. Colocaram na cela de Cabral um ex-policial militar condenado a 21 anos por tráfico. Ora, se o presídio vip é só para quem tem nível superior, o que um ex-policial traficante está fazendo lá? O Ministério Público Federal suspeita que o preso faz os papéis de "mordomo" e "segurança particular" de Cabral. Isso tem que acabar, é um deboche com os servidores estaduais e com a população. Até quando a farra de Cabral vai continuar?