Reprodução da Folha de S.Paulo
Reprodução da Folha de S.Paulo

A Polícia Federal prendeu o ex-ministro Geddel Vieira Lima, um dos mais próximos aliados do presidente Michel Temer. O mandado de prisão é do juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília a pedido do Ministério Público Federal e da própria Polícia Federal. Geddel é acusado de tentar impedir eventual acordo de delação premiada do ex-deputado Eduardo Cunha e do operador financeiro Lúcio Bolonha Funaro, ambos presos. Ele foi preso em Salvador e vai ser transferido para Brasília. Aliás, Geddel também sempre foi próximo de Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves, ambos já presos pela Lava Jato. Há pouco tempo Geddel, sabendo que sua prisão era iminente, entregou seu passaporte e ofereceu a quebra de seus sigilos bancário e fiscal numa tentativa de evitar ser preso, mas não adiantou.