Reprodução do Zero Hora
Reprodução do Zero Hora

O juiz Sérgio Moro bateu o martelo e condenou o ex-presidente Lula a nove anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá. Sou adversário político de Lula, fui perseguido sem tréguas por ele, mas já afirmei aqui no blog várias vezes, que não vi no processo nenhuma prova de que o tríplex pertencesse a Lula. Sempre disse que achava que em outros processos, como no caso das palestras, será difícil ele escapar, mas no caso do tríplex não vi provas, documentos, somente indícios. E no Estado Democrático de Direito indícios não são suficientes para condenar, somente provas. Não estou aqui de maneira nenhuma defendendo Lula, mas no Brasil existe hoje uma tendência das pessoas esquecerem esse princípio do Direito quando não gostam do acusado. Eu não sou assim.

Obviamente haverá recurso ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região. A decisão de Moro não tira Lula da disputa eleitoral de 2018 porque não foi tomada por um colegiado. Vamos ver qual vai ser a reação do PT e dos movimentos sociais que apoiam Lula.

E a condenação de Lula deve estar sendo comemorada no Palácio do Planalto. Não podia ter vindo num momento melhor para colocar uma cortina de fumaça nas manobras escusas, por baixo dos panos, para salvar Temer.