Reprodução do blog de Reinaldo Azevedo
Reprodução do blog de Reinaldo Azevedo

Não é novidade que a Globo defende a saída de Michel Temer, claro, por interesses privados, nada a ver com o fato de ser o melhor para o país, última das prioridades do grupo da família Marinho. Mas merece destaque o fato de Rodrigo Maia ter almoçado no domingo na casa do vice-presidente de Relações Institucionais da Globo, Paulo Tonet, e após, passar a dizer em conversas com aliados que Temer acabou, e hoje O Globo ter publicado editorial onde diz, embora com palavras mais educadas que o estilo Capitão Nascimento, de Tropa de Elite: "Temer, pede pra sair!". Acertaram os ponteiros.

Aí alguém mais afoito pode dizer: "Se Rodrigo Maia tem o apoio da Globo então não é melhor deixar o Temer?". Não é por aí. A Globo sempre está ao lado de quem assume o poder, depois, dependendo das circunstâncias pode até mudar de lado, mas enquanto lhe for útil sempre apoiará o presidente de plantão. Foi assim também com Lula e Dilma quando eles estavam em alta.