Alerj e Câmara de Vereadores do Rio
Alerj e Câmara de Vereadores do Rio

O Estado do Rio de Janeiro vive a pior crise da sua história com efeitos gravíssimos na cidade do Rio. É a hora em que mais precisamos dos nossos representantes, mas como dizia o Barão de Itararé "de onde menos se espera, dali é que não sai nada". Tanto a Alerj como a Câmara de Vereadores são nulidades, onde meia-dúzia de um lado e outra meia-dúzia do outro escapam, realmente estão empenhados em melhorar a vida da população. A crise do Rio não é apenas financeira ou moral, também é de competência. Um dos resultados mais nefastos do comando do PMDB no estado, que saiu "comprando" partidos está nos deputados e vereadores eleitos. A qualidade é a pior de todos os tempos. Temos 70 deputados estaduais, 46 federais e 51 vereadores na cidade do Rio, mas nem 10% honram os votos que receberam. É um deserto de ideias, sem contar os interesses pessoais distantes da necessidade do povo, e em alguns casos situações muito piores. Não merecemos isso.