Jânio Mendes e Jorge Felippe Neto (no alto); Luiz Martins e Márcia Jeovani; Milton Rangel e Zaqueu Teixeira
Jânio Mendes e Jorge Felippe Neto (no alto); Luiz Martins e Márcia Jeovani; Milton Rangel e Zaqueu Teixeira

Os deputados estaduais Jânio Mendes (PDT), Jorge Felippe Neto (DEM), Luiz Martins (PDT), Márcia Jeovani (DEM), Milton Rangel (DEM) e Zaqueu Teixeira (PDT) tinham assinado o pedido de abertura de CPI para investigar o esquema dos ônibus e da Fetranspor. Com isso o número mínimo de assinaturas foi atingido. Mas eis que, por motivos que só eles podem explicar, correram para retirar as assinaturas. Com isso a CPI foi sepultada como já havia ocorrido na Câmara de Vereadores. Por que será que os nobres deputados mudaram de ideia de retiraram as assinaturas? Bem que eles poderiam explicar aos seus eleitores. Mais uma vergonha na ALERJ.