Reprodução do Extra
Reprodução do Extra

E afinal de contas os 3 mil soldados das UPPs que iriam reforçar o policiamento nas ruas do Grande Rio são apenas 900. Foi mais uma mentira do secretário de Segurança Pública, o popular Rolando Lero. Desse contingente anunciado de 3 mil, na verdade 500 estão de férias e 1.600 licenciados por diversos motivos: tratamentos psicológico e médico; lesões físicas ou fora de serviço por determinação judicial. Mais uma vez Pezão e Rolando Lero enganam a população, brincam com uma questão da maior gravidade. Na prática pelo regime de 24 horas de trabalho por 72 horas de descanso o reforço por dia nas ruas é de 225 soldados.