É inacreditável que o Presidente da República, no exercício do cargo, mesmo pelos meios que sabemos que ele chegou, seja chamado de “Ladrão geral da República” por um empresário que invoca a lei para fazer tal afirmação. Depois não digam que eu não avisei. Isso não vai terminar bem.

Pior ainda é a atitude do presidente, flagrado cometendo crime, gravado cometendo crime. Utiliza recursos públicos, através de emendas parlamentares, para comprar apoio para se manter no cargo e não ser investigado. É vergonhoso, deplorável. Um dos piores momentos da vida pública brasileira. Vai terminar em confusão grande. Depois não digam que eu não avisei.

Aliás, quando avisei que Cabral e seus secretários estavam roubando dinheiro público fizeram pouco caso. Cabral está preso em Benfica com alguns dos seus secretários e tem mais gente para ir para lá. Eu avisei...

Quando disse que Pezão não tinha a menor condição de administrar o estado e seu secretário era fraquíssimo, acharam que era coisa pessoal. Hoje o estado está falido em todas as áreas. Há uma crise aguda de segurança. Os funcionários não recebem salário em dia. E hospitais, escolas, universidades ou estão fechados ou funcionam precariamente. Você se lembra? Eu avisei...

Quando denunciei a máfia da CBF e as maracutaias de Ricardo Teixeira e dos cartolas da entidade e da FIFA diziam que não iria dar em nada. O ex-presidente da CBF, José Maria Marin está preso em Nova Iorque. Há um comunicado da Interpol para localizar e prender Ricardo Teixeira e as duas entidades, CBF e FIFA, mergulhadas num mar de lama. Você se lembra? Eu avisei...

Quando disse a desestruturação num conceito de segurança baseado em princípios técnicos e sociológicos estava sendo destruído para a implantação de uma política de marketing chamada UPP muitos me criticaram. Mas hoje os policiais estão morrendo indefesos como passarinhos e a violência no estado explodiu. Você se lembra? Eu avisei...

Quando fui questionado se o Rio fez certo em sediar as Olimpíadas e a Copa do Mundo fui claro: “Isso só interessa a empreiteiros e políticos que querem ganhar votos e dinheiro com os eventos”. Fui tachado de ser contra o Rio. A dívida explosiva do Rio mostra que eu tinha razão. Não há remédios, os programas sociais acabaram, as escolas da Faetec estão destruídas e o estado ocupas a vergonhosa posição de pior situação fiscal do país. Você se lembra? Eu avisei...

Quando afirmei que o atual prefeito de Campos, Rafael Diniz não tinha conhecimento nem experiência para administrar uma cidade do tamanho e da importância de Campos acharam que era coisa pessoal. No dia de hoje há greve na cidade de coleta de lixo, motoristas de ambulância e, a partir de amanhã, todas as categorias do funcionalismo vão parar. O prefeito tenta jogar a culpa no passado, embora Rosinha deixado os salários em dia, e neste primeiro semestre do ano ele já arrecadou mais royalties e participações especiais do que ela no ano passado. Não podia dar outra coisa, a cidade está desorientada, sem rumo, as pessoas revoltadas, sem esperança. Mas uma vez eu lembro: eu avisei.

Agora os deputados estaduais querem aprovar as contas de Pezão relativas a 2016 que foram rejeitadas por unanimidade pelo Tribunal de Contas. Contas essas que descumpriram todos os artigos da Lei de Responsabilidade Fiscal e se existisse um Lei de Responsabilidade Moral também teria ocorrido o mesmo. Vai haver forte reação do povo. Os deputados que aprovarem essas contas não voltarão à vida pública tão cedo. Depois não digam que eu não avisei.